Referências da Saúde Quem foram os premiados da edição 2016? Confira agora

Hospital Samaritano reforma Data Center

Publicidade

Com o objetivo de assegurar maior segurança das informações médicas, o Hospital Samaritano, de São Paulo, concluiu a reforma do novo Data Center da instituição, que contou com investimentos na ordem de R$ 1,150 milhão. O próximo avanço em tecnologia da informação (TI) em 2005 será a implantação do prontuário eletrônico e posteriormente o início de um projeto para o controle dos equipamentos hospitalares. No que se trata de rapidez e confiabilidade das informações, Leonardo Diamante, médico e coordenador de Tecnologia da Informação (TI) do Hospital Samaritano destaca a importância desta área para o hospital. ?Acreditamos que o investimento em TI tenha a mesma prioridade que o atendimento ao paciente ou um procedimento médico dentro do hospital. É fundamental a atualização e a evolução neste processo de modernização para que o hospital não seja vítima de panes e perda de dados?.
O novo Data Center tem o objetivo de dar suporte às novas tecnologias para os sistemas assistenciais e administrativos; manter a gestão hospitalar integrada através de um sistema que guarde os dados do prontuário eletrônico dos pacientes e imagens médicas; criar um ambiente para receber um novo sistema de armazenamento de dados; reestruturar a rede de comunicação de dados para aumentar a velocidade e a segurança e criar sistemas de redundância (energia elétrica, ar condicionado, combate a incêndio e segurança de acesso) evitando interrupções na operação.
O hospital tem planos ainda de implantar outros programas de melhoria, como novas modalidades de backup e no-break, para garantir um alto nível de segurança, além de criar um projeto de controle dos equipamentos. ?No mês de agosto vamos implantar o prontuário eletrônico com acesso remoto. Para melhorar a funcionalidade dos processos, queremos integrar também os equipamentos hospitalares, que manipulam outro tipo de informação como os monitores cardíacos, tomógrafos, aparelhos de ressonância magnética etc?, conclui o coordenador de TI.

Publicidade

Notícias como essa no seu e-mail

Faça como mais de 20.000 profissionais do setor de saúde e receba as últimas matérias no seu email.

Deixe uma resposta