Referências da Saúde Quem foram os premiados da edição 2016? Confira agora

Hospital Paulista realiza o dobro de cirurgias em julho

Publicidade

Dr. Braz Nicodemo Neto explica porque há um aumento de cirurgias relacionadas a problemas no ouvido, garganta e nariz, durante o mês de julho

O Hospital Paulista, especializado em otorrinolaringologia, tem constatado ao longo do tempo um maior número de intervenções cirúrgicas durante o mês de julho. O Dr. Braz Nicodemo Neto, diretor presidente do hospital, avalia que os dois principais motivos são: as férias escolares e o tempo mais frio.

A necessidade de se realizar um procedimento cirúrgico para a resolução da patologia, normalmente é decidida nos meses anteriores, em consulta com o especialista. Porém, um grande número dos procedimentos cirúrgicos na otorrinolaringologia não é de urgência ou emergência e o paciente ou os pais agendam durante as suas férias que, principalmente no paciente infantil, acontecem em julho.

Durante o inverno, com as temperaturas mais baixas, há uma maior incidência de doenças respiratórias, o que também colabora para a iniciativa de resolver o problema definitivamente. Aliado a esse fato, julho é considerado um período muito propício por ser um mês de férias. Os pacientes em casa ficam menos estressados, tem a atenção dos familiares e contam com um maior conforto, o que possibilita um ótimo pós-operatório. Os volumes de cirurgias de ouvido, nariz e garganta praticamente dobram nesse mês.

Para a reabilitação é importante seguir as recomendações para a rápida recuperação. “Dependendo do tipo de intervenção, é necessário evitar qualquer atividade física ou esforço durante um período que pode variar de 7 a 30 dias, ter uma alimentação leve e saudável, e ficar sem tomar sol”, explica o Dr. Braz.

O Hospital Paulista, que já nasceu especializado, e oferece atendimento direto com médicos otorrinolaringologistas, tem investido constantemente na infraestrutura, modernizando posto de enfermagem, recepção do Pronto Socorro e as acomodações do conforto médico, incluindo aquisição de novos instrumentais cirúrgicos de ponta, bem como equipamentos médicos.

Também foi criada uma ala que comporta dois leitos de UTI, cinco apartamentos, sendo dois VIP’s, e três apartamentos desenvolvidos a partir do novo conceito de hotelaria para as unidades de internação, com completa estrutura para repouso e bem-estar dos pacientes e familiares.

“Por ser um hospital especializado e de baixa complexidade, nossos esforços são para oferecer cada vez mais serviços humanizados, ágeis e de qualidade não só para o Corpo Clínico mas, principalmente, para nossos pacientes”, afirma o Dr. Braz.

Sobre o Hospital Paulista
Fundado em 1974, o Hospital Paulista ampliou competência para outros segmentos, durante sua trajetória, com destaque para Fonoaudiologia, Alergia Respiratória e Imunologia, Distúrbios do Sono, Halitose, procedimentos para Cirurgia Cérvico Facial, bem como Buco Maxilo Facial.

Em localização privilegiada (próximo ao Metrô Santa Cruz), possui 55 leitos e 10 salas cirúrgicas, realizando em média, por mês: 600 cirurgias, 7.500 consultas no ambulatório e Pronto Socorro e, aproximadamente, 1.500 exames especializados.

Referência em Otorrinolaringologia e com alta resolutividade, apresenta índice de infecção hospitalar próximo à zero.

Dispõe de profissionais de alta capacidade, professores-doutores, sendo catalisador de médicos diferenciados e oferece excelentes condições de suporte especializado 24 horas.

Publicidade

Notícias como essa no seu e-mail

Faça como mais de 20.000 profissionais do setor de saúde e receba as últimas matérias no seu email.

Deixe uma resposta