Referências da Saúde Quem foram os premiados da edição 2016? Confira agora

Hospital Mater Dei firma parceria com Conexão Médica

Publicidade

O Hospital Mater Dei, de Minas Gerais, fechou parceria com a TV IP Conexão Médica, visando oferecer a seu corpo clínico uma programação voltada ao desenvolvimento profissional continuado. O conteúdo do canal contempla diferentes especialidades, como oncologia, gastroenterologia, cancerologia, pediatria, neurologia, cardiologia, urologia, emergência, e as áreas correlatas de enfermagem, nutrição e administração hospitalar. O acordo com a Conexão Médica consiste em um projeto de qualificação e atualização permanente via satélite, com transmissão 24 horas. Além da oferta de informações, uma das grandes vantagens da TV é o acesso remoto dos médicos a congressos e simpósios, solucionando os problemas de locomoção, custos com transporte e hospedagem e o afastamento do profissional de seu meio.
Para o Dr. Henrique Moraes Salvador Silva, diretor clínico do Hospital Mater Dei, a Conexão Médica é uma ferramenta essencial para a divulgação e o compartilhamento de informações na área médica, pois o canal possibilita ao médico receber notícias, trocar experiências e adaptar-se às novas técnicas e tratamentos que a Medicina desenvolve constantemente, sem sair de seu local de trabalho.
No Mater Dei, a programação da Conexão Médica atinge cerca de mil médicos e 480 enfermeiros, técnicos e auxiliares. O conteúdo e a atualização fornecidos beneficiam indiretamente a 15 mil pacientes atendimentos mensalmente pelo hospital, sendo a maior parte deles no pronto-socorro. Além do corpo clínico e os clientes, o canal tem efeito sobre os administradores hospitalares.
A programação da Conexão Médica é produzida em parceria com renomadas instituições de saúde nacionais e internacionais, entre elas University of British Columbia, Massachusetts General Hospital e Brigham and Women”s Hospital, Hospital Albert Einstein, Sírio Libanês, Samaritano, e outros. Segundo Silva, a qualidade da programação faz do canal um bom investimento. “Nosso próximo passo é participar da geração do conteúdo nas áreas de mastologia, ginecologia, urologia, cardiologia, terapia intensiva (pediátrica e de adultos) e de urgências. Trata-se de uma maneira de ajudar no enriquecimento do canal e de estimular nossos médicos a divulgar a sua experiência”, explica o diretor do Mater Dei.

Publicidade

Notícias como essa no seu e-mail

Faça como mais de 20.000 profissionais do setor de saúde e receba as últimas matérias no seu email.

Deixe uma resposta