✉️ NEWSLETTER Assine gratuitamente e atualize-se semanalmente Assinar

Hospital Márcio Cunha conquista certificação HIMSS 7

Publicidade

O Hospital Márcio Cunha, localizado em Ipatinga (MG) acaba de receber a Certificação Internacional da Healthcare Information and Management Systems Society (HIMSS) estágio 7. Além de ser o primeiro hospital de Minas Gerais a conquistar o certificado, a instituição é também o único na categoria filantrópico de alta complexidade e o primeiro a utilizar o software de gestão hospitalar Tasy, da Philips.

 “Foi demonstrado o pleno uso do Prontuário Eletrônico (PEP) por todos os setores do hospital para integração e compartilhamento de informações clínicas, gestão de relatórios e indicadores clínico-assistenciais disponíveis em todos os setores: emergência, internação, UTI, ambulatório e centro cirúrgico”, afirma José Afrânio Cotta Júnior, gerente de TI da Fundação São Francisco Xavier, administradora do hospital. “A experiência do Hospital Márcio Cunha a partir do seu sistema de gestão da qualidade aplicada em processos de auditorias para outras acreditações, bem como as inovações tecnológicas já implantadas, nos deram a segurança para tentar a certificação já no maior nível”, completa o Dr. Mauro Oscar de Souza Lima, superintendente do Hospital Márcio Cunha.

 Para a conquista do certificado, a parceria com a Philips, por meio da solução Tasy, foi fundamental. A implantação do software permitiu a validação de 100% das prescrições, aumentando ainda mais a segurança para os pacientes e a satisfação dos colaboradores. Com a utilização do Tasy observou-se confiabilidade, segurança e rastreabilidade na checagem à beira do leito dos itens prescritos, reduzindo os eventos adversos de erros de medicação, seja por identificação incorreta ou erro no processo de administração de medicamento.

 Além disso, o módulo de suporte à decisão clínica oferece ao corpo clínico uma série de informações e ferramentas que auxiliam os profissionais médicos durante o tratamento. Atendendo a um dos princípios da certificação, a de “hospital sem papel” o Hospital Márcio Cunha reduziu em 84%, desde 2011, o uso de papéis e o número de impressões, fator que também foi avaliado pelos auditores.

 “A Philips se sente orgulhosa de fazer parte dessa conquista tão significativa. Esperamos continuar desenvolvendo soluções e tecnologias que atendam às necessidades dos nossos clientes e contribuam com a melhoria do tratamento à saúde no Brasil”, diz Solange Plebani, gerente geral de EMR da Philips.

       
Publicidade

Deixe uma resposta