Referências da Saúde Quem foram os premiados da edição 2016? Confira agora

Hospital Dr. JK realiza cirurgia avançada técnica de neurocirurgia com paciente acordado

Publicidade

Os avanços contínuos têm trazido uma série de mudanças nos procedimentos cirúrgicos realizados em todo o mundo. É o caso da neurocirurgia com o paciente acordado. “Há regiões do cérebro muito delicadas, que podem ser afetadas quando a operação é realizada com a pessoa completamente anestesiada. Com o paciente acordado, é possível operá-lo sem prejudicar as funções cognitivas e motoras e alterar o rumo da cirurgia caso seja necessário”, explica Dr. Paulo Said, diretor do Hospital Dr. JK, em Brasília. Para que o paciente não sinta dor, é aplicada uma droga anestésica específica. Em geral, a cirurgia é utilizada em pacientes com tumores cerebrais. “Um dos grandes ganhos é poder operar tumores que antes eram considerados inoperáveis devido aos riscos que a cirurgia acarretava ao paciente. Podemos contar com uma boa margem de segurança”, complementa Dr. Said.

A neurocirurgia com o paciente acordado é um procedimento altamente complexo. “Ainda existem poucos profissionais preparados para realizar esse tipo de procedimento justamente pela complexidade de todo o processo, que envolve desde a preparação psicológica do paciente ao profissionalismo e tranqüilidade da própria equipe médica. O neurocirurgião Luiz Cláudio Modesto Pereira, da equipe do Hospital de Base do DF, foi responsável pela introdução da cirurgia na capital federal”, explica o Gestor do Centro Cirúrgico do Dr. JK, o anestesiologista Ricardo Sugai.

Publicidade

Notícias como essa no seu e-mail

Faça como mais de 20.000 profissionais do setor de saúde e receba as últimas matérias no seu email.

Deixe uma resposta