✉️ NEWSLETTER Assine gratuitamente e atualize-se semanalmente Assinar

Hospital Dr. JK realiza cirurgia avançada técnica de neurocirurgia com paciente acordado

Publicidade

Os avanços contínuos têm trazido uma série de mudanças nos procedimentos cirúrgicos realizados em todo o mundo. É o caso da neurocirurgia com o paciente acordado. “Há regiões do cérebro muito delicadas, que podem ser afetadas quando a operação é realizada com a pessoa completamente anestesiada. Com o paciente acordado, é possível operá-lo sem prejudicar as funções cognitivas e motoras e alterar o rumo da cirurgia caso seja necessário”, explica Dr. Paulo Said, diretor do Hospital Dr. JK, em Brasília. Para que o paciente não sinta dor, é aplicada uma droga anestésica específica. Em geral, a cirurgia é utilizada em pacientes com tumores cerebrais. “Um dos grandes ganhos é poder operar tumores que antes eram considerados inoperáveis devido aos riscos que a cirurgia acarretava ao paciente. Podemos contar com uma boa margem de segurança”, complementa Dr. Said.

A neurocirurgia com o paciente acordado é um procedimento altamente complexo. “Ainda existem poucos profissionais preparados para realizar esse tipo de procedimento justamente pela complexidade de todo o processo, que envolve desde a preparação psicológica do paciente ao profissionalismo e tranqüilidade da própria equipe médica. O neurocirurgião Luiz Cláudio Modesto Pereira, da equipe do Hospital de Base do DF, foi responsável pela introdução da cirurgia na capital federal”, explica o Gestor do Centro Cirúrgico do Dr. JK, o anestesiologista Ricardo Sugai.

       
Publicidade

Deixe uma resposta