Referências da Saúde Quem foram os premiados da edição 2016? Confira agora

Hospital do Câncer inicia campanha de arrecadação

Publicidade

De 17 a 31 de maio, com o apoio das redes de televisão, jornais e revistas do País, o Hospital do Câncer estréia campanha de arrecadação de recursos para ampliar o atendimento aos pacientes, com novas instalações e equipamentos. O centro é referência mundial de pesquisa e tratamento do câncer e realiza mais de 200 mil atendimentos/ano para a população de todo o país, 60% dos quais do SUS (Sistema Único de Saúde). O tema da campanha é “Quanto vale?”, protagonizada pelos principais personagens do hospital – médicos, profissionais e pacientes – buscando arrecadar doações através do número 0500 500 1005. O Hospital do Câncer/Fundação Antonio Prudente completou 50 anos em 2003, quando alcançou a marca recorde de atendimentos, com 5,4 mil novos casos. Diariamente, o Hospital realiza 120 aplicações quimioterápicas e cerca de 180 radioterápicas.
Ligações telefônicas
A I Semana da Saúde é um projeto criado para arrecadar verba destinada aos constantes investimentos que o Hospital do Câncer necessita fazer em prol do atendimento especializado que oferece a toda a população. O telefone 0500 500 1005 recebe ligações para doação de R$ 5. Até 9 ligações são aceitas de um mesmo telefone, totalizando R$ 45. Cada ligação telefônica tem custo de R$ 0,27, de telefone fixo, e R$ 0,25, de telefone celular.

A I Semana da Saúde acontece em parceria com os meios de comunicação. Rede Globo, SBT, Bandeirantes e Record disponibilizaram espaço comercial, nas duas semanas de campanha, para colocar no ar os seis filmes criados pela agência J.W.Thompson, divulgando o telefone de doação. A frase “Quanto vale?”, que deu origem à campanha publicitária, vai ao ar em vinhetas de 30 segundos protagonizadas pelos principais personagens da história do Hospital do Câncer: os médicos e pacientes. Nos filmes, mostra-se quanto custam os mais modernos e precisos equipamentos, quanto custam os melhores profissionais, quanto custa um paciente tratado com as melhores chances de cura.
Quatro anúncios serão veiculados nas principais revistas semanais e em jornais do país, contribuindo para a divulgação da Semana da Saúde e do número de telefone para doação.
Os patrocinadores e apoiadores da I Semana da Saúde participam de diferentes formas e contribuem para o sucesso da operação, que exige uma combinação de criatividade e empenho para que tudo funcione. As cinco operadoras de telefonia – Telefônica, CTBC, Brasil Telecom, Telemar e Sercontel – foram mobilizadas para viabilizar o telefone 0500 500 1005 de doações para o Hospital do Câncer. O Instituto Votorantim e Unibanco contribuem com donativos em dinheiro. Os laboratórios Apsen que que estão contribuindo com dinheiro e Medley participam com doação de remédios, divulgação da campanha em espaços diferenciados e doação de verba. A Kinomaxx (Cinemas) irá divulgar a Campanha em 50 Cinemas em todo o Brasil. A rede de lanchonetes Rei do Mate divulga os telefones de doação nos copinhos utilizados nas mais de 140 lojas no Brasil; os Shoppings Iguatemi e Center Norte participam cedendo espaço para a distribuição de panfletos com informações sobre prevenção do câncer; o Banco Real oferece espaço para colocação de banners em agências de São Paulo e Rio de Janeiro.
O Hospital do Câncer é um centro de pesquisa e atendimento que O Hospital do Câncer é um centro de pesquisa e atendimento que se tornou referência em pesquisa, diagnóstico e tratamento de pacientes com câncer. O presidente da instituição, cientista oncologista, pesquisador, Prof. Dr. Ricardo Brentani (Professor titular de Oncologia na Faculdade de Medicina da Universidade de São Paulo – USP), à frente do Projeto Genoma dentro do Instituto Ludwig (The Ludwig Institute for Cancer Research) – maior instituto acadêmico dedicado a conhecer e controlar a doença, instalado, na América Latina, dentro do Hospital do Câncer desde 1983 – comanda mais de 100 especialistas voltados para as diversas especializações da doença.
Em pesquisa, o Hospital do Câncer é referência no meio científico internacional. Em 2001, os trabalhos realizados na instituição colocaram o Brasil em segundo lugar entre os países que mais desenvolveram seqüências genéticas ligadas ao câncer, atrás apenas dos Estados Unidos. Fatores que o colocaram nessa posição: o Projeto Genoma do Câncer, estudado no Instituto Ludwig; a colocação de mais de 500 trabalhos científicos, de profissionais do Hospital, em publicações especializadas, no ano de 2003; avanços científicos com a aquisição de aparelhos de última geração, realização de cirurgias pouco invasivas, marcadores tumorais, melhorias do tratamento – efeitos mais controlados da radioterapia, da quimioterapia e da própria doença. Hoje, o câncer apresenta índice de cura de 67% em adultos e de mais de 70% em crianças.
O Hospital do Câncer é hospital-escola e oferece pós-graduação, com mestrado e doutorado em Oncologia, credenciado pelo MEC, para alunos de todo o país, desde sua fundação, em 1953. Médicos e residentes de outros países também procuram a instituição para especialização e hoje somam mais de 700 especialistas, no continente, formados no Hospital do Câncer. Recente pesquisa com oncologistas brasileiros elegeu o Hospital como centro de referência para os profissionais, que, na instituição, adquirem larga experiência multidisciplinar e incomparável número de casos atendidos na especialidade.

Publicidade

Notícias como essa no seu e-mail

Faça como mais de 20.000 profissionais do setor de saúde e receba as últimas matérias no seu email.

Deixe uma resposta