🚀 HIS18 Já conferiu os primeiros palestrantes do HIS? Já são mais de 20! CLIQUE AQUI

Hospital Dilson Godinho aposta na tecnologia da TOTVS para ser uma instituição digital

Publicidade

Localizado em Montes Claros (MG), o Hospital Dilson Godinho é reconhecido pelo atendimento prestado para aproximadamente dois milhões de habitantes da região norte do estado. Mantida pela Fundação de Saúde Dilson de Quadros Godinho, a instituição apostou na tecnologia da TOTVS para vencer o desafio de automatizar processos e transformar um hospital tradicional em um hospital digital. Essa expansão do atendimento exigiu um controle mais efetivo em relação à segurança dos procedimentos.

No início, em 1995, tudo era manual e registrado em papel. Com isso, havia uma demanda alta de impressão e a necessidade de ter cada vez mais espaço para arquivar montanhas de documentos. O pouco de tecnologia que era utilizada não era integrada, ou seja, cada setor tinha o seu sistema de gestão independente. Os prontuários eram preenchidos no papel e não existia um software para gerir os processos hospitalares. O acesso a informações importantes era lento e difícil, porque exigia uma busca minuciosa nos documentos.

A chegada das soluções da TOTVS permitiu uma unificação entre a área administrativa e o setor de gestão hospitalar. Juntas, as ferramentas asseguram que o doente está recebendo o medicamento adequado, no horário certo, e o médico é alertado sobre qualquer alteração durante o tratamento do paciente. A tecnologia ainda proporciona imagens de exames com alta resolução e, consequentemente, viabiliza um tratamento mais rápido e correto.

Atualmente, o Sistema Único de Saúde (SUS) demanda mais de 70% do total dos atendimentos prestados pelo Dilson Godinho e utiliza cerca 77% dos 117 leitos disponíveis. Toda essa gestão dos recursos públicos exige um alto nível de controle. Com o software, é possível ter um monitoramento efetivos dos gastos e identificar cada despesa, por paciente, procedimento ou unidade de negócio.

A visão rápida e fácil de tudo que é realizado dentro hospital permite cortar custos desnecessários ou que não sejam bem geridos. Por exemplo, o médico receita um determinado remédio, mas no estoque já tem um similar que atenderia à necessidade. A ferramenta ajuda a fazer esse alerta e a economizar sem colocar o tratamento em risco.

A adoção do software de gestão especializado em saúde permitiu ao Dilson Godinho um salto significativo na qualidade do atendimento.  Os módulos proporcionam que o corpo médico foque apenas na saúde do paciente. Da entrada à saída, toda a estadia na instituição é registrada nas plataformas da TOTVS.

Outro diferencial é a mobilidade para o acesso aos dados, que pode ser feito em qualquer hora ou lugar. O médico pode consultar o sistema do seu próprio consultório, mesmo estando fora do hospital. Na área de medicina diagnóstica, também houve avanço. Hoje, as atividades são realizadas por comando de voz, o que proporciona um ganho elevado de produtividade, além de reduzir possíveis erros.

“A TOTVS entrega uma ferramenta que nos torna capazes de fazer o nosso melhor. A interoperabilidade do sistema é um ponto a favor, uma vez que não precisamos mais acessar diversas plataformas e tudo está integrado, conversando entre si. Todo esse cenário tecnológico faz do hospital uma referência em segurança e qualidade de atendimento”, afirma Dilson de Quadros Godinho Júnior, diretor-presidente da Fundação de Saúde Dilson de Quadros Godinho.

Para o futuro, o Dilson Godinho planeja ter ainda mais processos digitais e indicadores de negócios inteligentes para apoiar na tomada de decisões. Para viabilizar tudo isso, já está em andamento um projeto de implantação do fluig – solução completa para transformação digital – e do TOTVS Smart Analytics, software de Business Intelligence, desenvolvido em parceria com a GoodData.

“A TOTVS investe para oferecer ao mercado de saúde soluções especialistas, que atendam às principais necessidades do setor. O projeto Dilson Godinho reforça o nosso compromisso em ajudar os nossos clientes a ficarem focados apenas seu core bussiness”, afirma Luciano Oliveira, gestor executivo de Saúde da TOTVS.

 

       
Publicidade

Deixe uma resposta