🚀 HIS 17 Última chance: Mais de 5.000 inscritos! E você? Já emitiu sua credencial gratuita Clique aqui

Hospital Costantini realiza procedimento em benefício do paciente idoso

Publicidade

O Hospital Cardiológico Costantini vem se tornando referência na realização de cirurgias minimamente invasivas, que diminuem os riscos ao paciente e melhoram o processo de recuperação.
Nesse sentido, cardiologistas do hospital liderados pelo Dr. Costantino R. Costantini realizaram o terceiro procedimento para implante de válvula aórtica através de cateter. De acordo com o cardiologista Costantino Ortiz Costantini, o procedimento foi realizado em uma paciente de 74 anos que apresentava estenose de válvula aórtica. “Por ser idosa e ter risco elevado para cirurgia convencional de troca valvar, a paciente foi submetida a esse procedimento, que tem apresentado resultados superiores a técnicas tradicionais”, avalia.
A estenose aórtica é caracterizada por uma redução da abertura da válvula, que aumenta a resistência à passagem do fluxo de sangue do ventrículo esquerdo para a aorta. Uma pessoa com estenose aórtica grave pode apresentar sintomas como falta de ar, dor no peito, tonturas e até desmaio ao fazer um esforço, porque o estreitamento da válvula impede o ventrículo de bombear sangue suficiente para todo o organismo.
A doença possui uma mortalidade alta neste tipo de paciente, em torno de 10% a 15%, devido ao risco relacionado à cirurgia tradicional em que é necessário abrir o peito para ter acesso ao coração, retirar a válvula doente e implantar uma prótese. No caso do Hospital Costantini, o implante da prótese é feito sem esse tipo de intervenção, sendo o único hospital do Paraná que realizou esse procedimento.

       
Publicidade

Deixe uma resposta