Referências da Saúde Quem foram os premiados da edição 2016? Confira agora

Hospital CEMA incorpora Biofísica a ambulatório da dor

Publicidade

O Hospital CEMA, localizado na Mooca, zona leste de São Paulo, está ampliando seu Ambulatório da Dor incorporando a Biofísica como nova opção de tratamento. Paralelamente às aplicações medicamentosas e à tradicional acupuntura chinesa, a novidade tem sido utilizada para amenizar dores e tratar doenças crônicas e psicossomáticas e patologias inespecíficas, sem causas aparentes. O estudo dos fenômenos biológicos, por meio dos métodos e teorias da física, conhecido como Biofísica, vem sendo utilizado há pouco mais de um mês no Hospital CEMA com sucesso, contribuindo para o tratamento e o alívio da dor de quadros clínicos diversos.

Por ser um centro de excelência em olhos, ouvidos, nariz e garganta, o Hospital CEMA tem aplicado a nova técnica especialmente em diagnósticos relacionados às otalgias de várias origens, conjuntivites, faringite e às enxaquecas associadas às rinites e sinusites. Segundo o médico César Augusto Arena Silva, responsável pelo serviço de Biofísica da Dor no Hospital, os resultados têm sido surpreendentes.

A Biofísica da Dor é uma especialidade médica recente. Atualmente, é apresentada como uma ocidentalização da tradicional Medicina Chinesa, que também utiliza-se das agulhas, mas, com o grande diferencial de embutir os conceitos da física para otimizar os diagnósticos médicos.

O tratamento para doenças crônicas utilizando a Biofísica da Dor varia de paciente para paciente, levando em conta a aceitação de cada organismo, mas, em geral, as indicações prescritas são de, no mínimo, dez sessões iniciais, duas vezes por semana. Na segunda etapa do passa a ser aplicada a cada 15 dias.

Publicidade

Notícias como essa no seu e-mail

Faça como mais de 20.000 profissionais do setor de saúde e receba as últimas matérias no seu email.

Deixe uma resposta