Referências da Saúde Quem foram os premiados da edição 2016? Confira agora

Hospital 9 de julho recebe acreditação nível 2

Publicidade

O Hospital 9 de Julho obteve a acreditação hospitalar nível 2 (plena) da Organização Nacional de Acreditação – ONA. Para May Ganme Cividanes, presidente executiva do hospital, a conquista identifica a atuação focada no cliente/paciente e reforça a melhoria contínua na assistência e procedimentos realizados dentro da instituição. O processo de acreditação, que durou cerca de um ano, foi realizado pela Fundação Vanzolini. Miriam de Rezende Minsoni, gestora de qualidade do 9 de Julho, conta que a instituição fez um diagnóstico do hospital para verificar em que estágio estava cada área. “A partir desta etapa, aprimoramos alguns processos para atingir o nível pleno”, afirma ela.
A Fundação Vanzolini tem como função proceder a avaliação e certificação da qualidade dos serviços, dentro do Processo de Acreditação em nível nacional. A instituição é credenciada pela ONA, entidade sem fins lucrativos que visa assegurar a qualidade na assistência em todas as organizações prestadoras de serviços de saúde.
Na área de saúde a acreditação significa um processo que avalia os recursos institucionais, voluntário, periódico e reservado, que garantem a qualidade por meio de padrões já estabelecidos pela ONA. Segundo Minsoni, a acreditação não tem por objetivo dividir os hospitais em bons ou ruins, mas ajuda os usuários na escolha de uma instituição com qualidade de atendimento. A acreditação da ONA não é focada apenas em processos, abrangendo a excelência na execução. O hospital apreciado precisa ter homogeneidade, integração harmônica entre as áreas médica, tecnológica, administrativa, financeira e assistencial, sem descuidar da manutenção.
Minsoni ressalta que o Hospital 9 de Julho foi uma das primeiras instituições de saúde a implementar programas de qualidade. A cultura de qualidade presente na gestão do hospital não pára na acreditação conquistada. “Verificamos que 23 áreas já possuem critérios para alcançar o nível 3, dentre elas setores fundamentais como UTI, Central de Esterilização, Centro Cirúrgico e Pronto-Socorro”, informa a gestora.

Publicidade

Notícias como essa no seu e-mail

Faça como mais de 20.000 profissionais do setor de saúde e receba as últimas matérias no seu email.

Deixe uma resposta