Referências da Saúde Quem foram os premiados da edição 2016? Confira agora

Hospitais municipais recebem certificado de acreditação

Publicidade

Dois hospitais da rede de saúde da cidade de São Paulo são os primeiros do país, em âmbito público e municipal, a receberem o certificado da Organização Nacional de Acreditação (ONA), instituição que implantou um sistema de avaliação e certificação da qualidade de serviços de saúde. Foram certificados os Hospitais Cidade Tiradentes e Benedicto Montenegro, ambos na zona Leste. A Acreditação Hospitalar é uma certificação semelhante à ISO, mas exclusiva para instituições de saúde, em que são avaliadas todas as etapas da atenção ao paciente, da entrada ao resultado final. É um processo voluntário e periódico, que tende a garantir a qualidade da assistência, através de padrões previamente estabelecidos.

Com 25 mil atendimentos mensais, o Hospital Cidade Tiradentes comemorou em julho um ano de funcionamento no bairro do mesmo nome, na zona Leste, com números significativos. São 228 leitos à disposição dos 520 mil moradores da região de Cidade Tiradentes/Guaianases, além de moradores de bairros e cidades vizinhas atraídos pela estrutura capaz de propiciar atendimento de qualidade a uma comunidade até então carente de assistência médica. Nesse primeiro ano, foram realizadas aproximadamente 286 mil consultas, mais de 10 mil internações, 2.500 cirurgias e outros 2.500 partos.

O hospital, gerenciado pela Organização Social de Saúde Santa Marcelina, conta com tecnologia de ponta para a realização de diagnóstico por imagem, incluindo mamografia, raio-x, ultrassom, ecocardiograma, eletrocardigrama e tomografia computadorizada. A central de exames utiliza o sistema PACS (Picture Archiving Communication System), considerado de última geração, em fase de implantação nos outros hospitais da rede municipal. “A dedicação e o profissionalismo dos colaboradores foram fundamentais para a certificação”, disse o administrador do hospital Cidade Tiradentes, José Antonio Passos, que pretende pleitear alcançar os níveis II e III de acreditação.

O Hospital Municipal Dr. Benedicto Montenegro, em Sapompemba, foi inaugurado em 1990 em uma região que conta com aproximadamente 500 mil habitantes. Atende cerca de 7 mil pacientes por mês. É uma unidade de pequeno porte especializado em urgência e emergência, atende nas especialidades de clínica, pediatria, cirurgia geral, ortopedia, ginecologia, psiquiatria e odontologia emergencial. Conta com 56 leitos, sendo 14 para observação e um leito de isolamento no pronto-socorro.

É referência em atendimentos de psiquiatria de urgência. Um ambulatório vinculado ao PS dá atendimento ortopédico nos casos de fraturas. Desenvolve um intenso trabalho de planejamento familiar integrado com 23 Unidades Básicas de Saúde da região. O hospital também possui um SAC bastante ativo que recebe e responde a todas as demandas, queixas ou sugestões. Tem também um forte corpo de voluntariado e um comitê de humanização, que oferece, entre outras atividades o “cantinho da beleza”, chá e bolachas aos pacientes, revistas e acesso à biblioteca.

O hospital foi totalmente reformado entre dezembro de 2006 e maio de 2008, a um custo aproximado de R$ 2 milhões (recursos municipais) com a adaptação do prédio às exigências de uma assistência segura, moderna e humanizada aos pacientes. Os acessos foram rigorosamente adequados às leis municipais para portadores de necessidades especiais. Em parceria com o Hospital Samaritano, desenvolveu, desde julho de 2006, o projeto de Acreditação de Qualidade pela ONA nível 1, culminando com o “selo de qualidade” concedido na última semana.

Segundo o diretor técnico do Benedicto Montenegro, Domingos Costa Hernandez Júnior, é o primeiro hospital público com menos de 80 leitos a obter o selo de qualidade concedido pela ONA. “O certificado de acreditação demonstra claramente que é possível o poder público oferecer uma saúde de qualidade comparável aos melhores hospitais da cidade, mesmo em suas regiões mais carentes”, comemorou o diretor do Benedicto Montenegro.

Publicidade

Notícias como essa no seu e-mail

Faça como mais de 20.000 profissionais do setor de saúde e receba as últimas matérias no seu email.

Deixe uma resposta