Referências da Saúde Quem foram os premiados da edição 2016? Confira agora

Hospitais de SP economizam R$ 17 milhões com a lei seca

Publicidade

Os hospitais estaduais da capital e da Grande São Paulo economizaram R$ 17 milhões em um ano de lei seca. Segundo a Secretaria Estadual da Saúde, a redução de 28,3% no número de atendimentos a vítimas de acidentes de trânsito no SUS representa 48 pacientes a menos por dia nos 30 hospitais, ou dois atendimentos a menos por hora. De acordo com a secretaria, as vítimas graves custam cerca de R$ 3 mil, e as que não precisam de internação prolongada custam R$ 500.
Um levantamento, realizado pela Associação Brasileira de Medicina de Tráfego (Abramet), aponta que nos primeiros seis meses do ano passado ocorreram 55 mil internações de vítimas de acidentes, enquanto no segundo semestre foram 39,4 mil.
Segundo a especialista do Departamento de Epidemiologia e Estatística da Abramet, Maria Helena de Mello, como “não existe outro fator” que poderia ser responsável pela redução das internações, a queda pode ser atribuída à vigência da Lei Seca (Lei 11705/08).
Na comparação nacional, 24 estado, mais o Distrito Federal, reduziram o número de hospitalizações. No Rio Grande do Sul, Espírito Santo, em Sergipe, Alagoas, Pernambuco e no Amapá, a diminuição passou de 50%.
Apenas o Amazonas e Mato Grosso do Sul apresentaram elevação no número de hospitalizados por acidentes de trânsito. No entanto, o aumento foi inferior a 10%.
A pesquisa indica uma diminuição ainda maior no número de internações de ocupantes de carro, que chegou a 36,6%, na comparação com outros veículos, como motos (23,3%) e caminhões e ônibus (26,4%).
* Com informações da Agência Brasil

Publicidade

Notícias como essa no seu e-mail

Faça como mais de 20.000 profissionais do setor de saúde e receba as últimas matérias no seu email.

Deixe uma resposta