Semana da Saúde 2017 Semana da Saúde: discuta os principais assuntos de Tecnologia da Informação em 10 Webinars. Reserve seu lugar! Clique aqui

Homens acima de 50 anos são alvo da Campanha do Dia Mundial de Luta contra a Aids

Publicidade

O Ministério da Saúde lançou a campanha do Dia Mundial de Luta contra a Aids que será focada nos homens heterossexuais, com idade acima de 50 anos. O slogan “Sexo não tem idade, proteção também não”, será veiculado em todo o material publicitário.
Deixe o seu comentário sobre esta notícia
Tem mais informações sobre o tema? Então, clique
“A sociedade tem que saber que essa população faz sexo e está vivendo mais e com melhor condição de saúde, o que favorece uma vida completa. É fundamental colocarmos em debate a sexualidade nessa faixa etária, com segurança”, destacou o ministro da  Saúde, José Gomes Temporão.
A idéia da campanha é esclarecer a população masculina dos 50, 60, 70 anos sobre a necessidade do uso de preservativo nas relações sexuais. O mesmo mote se repetirá na campanha do Carnaval 2009, que será direcionada ao público feminino.
Dados do Ministério da Saúde mostram que a incidência da aids nessa faixa etária dobrou entre 1996 e 2006, passando de 7,5 mil casos por 100 mil habitantes para 15,7 mil casos. Dos mais de 47.437 mil casos notificados desde o início da epidemia, 63% são homens e 37% são mulheres.
De acordo com a diretora do Programa Nacional de DST e Aids, Mariângela Simão, a aids não existia quando esse grupo iniciou sua vida sexual. “O homem tem que saber que o vírus está circulando e a mulher tem que [ter o poder de decidir] sobre sua segurança na relação sexual: 70% da população acima dos 50 anos é sexualmente ativa, mas apenas 22,3% usam preservativo”.
O crescimento da doença nesta população ocorreu em todo o país. Os piores números estão na região sul que passou de 7,1 por 100 mil habitantes em 1996 para 22,9 em 2006 e na região sudeste que passou de 10,9 para 18,3 por 100 mil habitantes.

Publicidade

Notícias como essa no seu e-mail

Faça como mais de 20.000 profissionais do setor de saúde e receba as últimas matérias no seu email.

Deixe uma resposta