Referências da Saúde Quem foram os premiados da edição 2016? Confira agora

Grupo A investe no mercado digital e lança aplicativo para iPad

Publicidade

“Medicamentos de A a Z” será o primeiro livro lançado para iPad e iPhone da Artmed Editora

São Paulo, agosto de 2010 – Para o ano de 2010, a venda de iPads em todo o mundo chegará a 13 milhões de unidades. Em 2011, serão 36,5 milhões e chegará ao número de 50,4 milhões, em 2012. Pensando nesse cenário, o Grupo A, holding que engloba as editoras Artmed, Bookman, Artes Médicas, McGraw-Hill e o novo selo Penso, será a primeira empresa nacional do ramo CTP (Científico, Técnico e Profissional) a lançar uma versão digital de seus livros para o tablet da Apple.

A obra a ser lançada no novo formato é um dos best-sellers do Grupo, o nacional “Medicamentos de A a Z”, do autor Elvino Barros. O livro, que possui 680 páginas, é um guia dos principais medicamentos utilizados na prática clínica, organizados em ordem alfabética e com informações de preços e diferentes tipos de receituários.

Na versão para iPad do livro são explorados os recursos de interação e de usabilidade próprios do dispositivo da Apple. “Medicamentos de A a Z” estará disponível para download na Apple Store em uma versão gratuita, que dará acesso a dois medicamentos por letra do alfabeto. Já a versão completa do aplicativo estará disponível por U$ 24,99. A novidade será apresentada ao público no estande do Grupo A na Bienal do Livro de São Paulo, que acontece de 12 a 22 de agosto, no Anhembi.

“O iPad sinaliza grandes mudanças na forma como lidamos com os livros, trazendo grandes oportunidades e mudanças de paradigma no mercado editorial. Por isso, o Grupo A acompanhou a tendência do mercado e decidiu investir nessas tecnologias, que ampliam as possibilidades de contato com os livros” afirma o gerente de negócios digitais, Bruno Weiblen.

Diferenciais do livro em iPad

No iPad e também no iPhone, o aplicativo “Medicamentos de A a Z” disponibiliza a pesquisa de remédios e doenças. Além da busca por ordem alfabética facilitada, o usuário poderá classificar como favoritos as drogas de uso corrente, o que gera uma navegação mais rápida. O aplicativo também permite a inserção de anotações pessoais ao longo do conteúdo e a pesquisa de produtos genéricos e os disponíveis na Farmácia Popular. O usuário poderá ainda, enviar a descrição de um medicamento por e-mail.

Investimento e modernização

Desde 2005, o Grupo A vem investindo para adaptar seu negócio e atender aos novos hábitos de consumo de informação. Para atender a esse propósito, em breve, vários livros serão disponibilizados em formato digital. “A nossa meta é atender a conveniência do leitor. A partir do mês de setembro começaremos a oferecer alguns títulos em e-books” afirma Adriane Kiperman Rojas, diretora editorial do Grupo A. Para entrar no promissor mercado de livros digitais, o Grupo A investiu cerca de 100 mil dólares. O investimento se desdobra em tecnologias para a conversão dos livros impressos no formato padrão de e-books e suas diversas plataformas.

Publicidade

Notícias como essa no seu e-mail

Faça como mais de 20.000 profissionais do setor de saúde e receba as últimas matérias no seu email.

Deixe uma resposta