Referências da Saúde Quem foram os premiados da edição 2016? Confira agora

Gripe suína faz Piauí decretar situação de emergência

Publicidade

O governador do Piauí, Wellington Dias, decretou situação de emergência após a morte de duas grávidas com suspeita de influenza A (H1N1) – gripe suína – nos últimos dias 18 e 20. Este ano, o estado já registrou 27 casos suspeitos, dois confirmados e uma morte provocada pela doença. Três gestantes estão internadas com suspeita da doença.
Nesta segunda-feira (22), Dias reuniu autoridades na tentativa de traçar estratégias para combater a gripe. O decreto de situação de emergência vai vigorar por três meses e garante maior facilidade, por exemplo, na compra ou no aluguel de equipamentos para Unidade de Terapia Intensiva (UTI), como respiradores.
Outra medida adotada, de acordo com nota publicada pelo governo do Piauí, foi a liberação de 16 leitos do Hospital da Polícia Militar para pacientes transferidos do Instituto de Doenças Tropicais Natan Portela que não estejam com a doença. Dessa forma, o instituto, que funciona como referência no estado para o tratamento da gripe, ficará à disposição de pessoas infectadas pelo vírus Influenza H1N1.
As grávidas com suspeita de terem contraído o vírus não serão mais tratadas na Maternidade Dona Evangelina Rosa, mas no Instituto de Doenças Tropicais Natan Portela.
O governador autorizou ainda um estudo de viabilidade para que o Laboratório Central (Lacen) do Piauí possa ser equipado para realizar os exames que detectam a doença. Atualmente, o teste é realizado apenas pelo Instituto Adolfo Lutz, em São Paulo, e o resultado demora até três semanas para ficar pronto.
Você tem Twitter? Então, siga http://twitter.com/SB_Web e fique por dentro das principais notícias do setor.

Publicidade

Notícias como essa no seu e-mail

Faça como mais de 20.000 profissionais do setor de saúde e receba as últimas matérias no seu email.

Deixe uma resposta