Referências da Saúde Quem foram os premiados da edição 2016? Confira agora

Greve em decorrência do projeto de lei votado nesta terça-feira

Publicidade

O projeto aprovado ontem dia 01/04/08 pela câmara e que deve passar até o dia 07/04/08 pela segunda votação, não é apenas desagrado para a parte médica, mas sim para grande parte dos funcionários e principalmente para o maior HOSPITAL da região central, que é responsável pelo atendimento da população que reside nesta região e pelos trabalhadores que se acidentam na região central e tudo isso sem contar com R$ 1,00 que seja do sistema único de saúde.

Estou falando do HOSPITAL DO SERVIDOR PUBLICO MUNICIPAL, que em sua constituição foi implantado para uso exclusivo dos funcionários municipais, mas na gestão da prefeita Erundina foi aberto o Pronto Socorro para as Ocorrências da região central e população do entorno. Vocês nem queiram saber os números de nossa produção, pois deixa qualquer pessoal, abismada.

Mas mesmo se tratando deste porte de hospital e de 2300 funcionários que hora são considerados da gestão hora são chamados de funcionários da SMS, a verdade é que em se tratando de benefício não somos nem um nem outro, pois a menos de três meses tivemos que decretar greve para conseguir o que é nosso por direito.

E não vai ser diferente desta vez. O HOSPITAL DO SERVIDOR PUBLICO MUNICIPAL se reuniu e seguindo os tramites legais que regem uma greve decretou GREVE A PARTIR DA 00h00min HORAS DO DIA 03/04/08, haja visto que o executivo, a gestão e o SMS não decidirão se nos tratam como funcionários.

ESTÁ DECRETADA: GREVE A PARTIR DA 00h00min HORA DO DIA 03/04/08

Publicidade

Notícias como essa no seu e-mail

Faça como mais de 20.000 profissionais do setor de saúde e receba as últimas matérias no seu email.

Deixe uma resposta