Referências da Saúde Quem foram os premiados da edição 2016? Confira agora

Governo vai licitar obras de cinco hospitais

Publicidade

Com investimentos de R$ 33,8 milhões, a Secretaria de Obras Públicas (Seop) irá licitar, agora em fevereiro, as obras de cinco hospitais no Paraná. São serviços de conclusão das reformas e ampliações dos Hospitais da Zona Sul e Zona Norte de Londrina, de conclusão da construção do Hospital Wallace Thadeu de Mello e Silva, de Guaraqueçaba, de ampliação do Hospital Universitário de Maringá e a de construção do Hospital Regional de Telêmaco Borba.

Deixe o seu comentário sobre esta notícia

Tem mais informações sobre o tema? Então, clique

Amanhã serão abertas as propostas para as obras do Hospital Eulalino Ignácio de Andrade, o Zona Sul, com valor máximo de R$ 4.6 milhões e para o Hospital Anísio Figueiredo, Zona Norte, com valor máximo de R$ 5,2 milhões, ambos em Londrina. Ainda no dia 3, serão abertas as propostas para a conclusão do Hospital Wallace Thadeu de Mello e Silva, em Guaraqueçaba, com valor máximo de R$ 2,032 milhões.

No próximo dia 5 serão abertas as propostas para construção do Hospital Regional de Telêmaco Borba, com valor máximo de R$ 17,8 milhões e o Hospital Universitário de Maringá com valor máximo previsto em R$ 4 milhões. Dos investimentos para a ampliação do Hospital Universitário, R$ 3,4 milhões são recursos do tesouro do Estado e R$ 673 mil são responsabilidade da Universidade Estadual de Maringá.

O Hospital de Guaraqueçaba teve 51% dos serviços executados, quando a obra foi paralisada em setembro de 2006. A obra deverá ser concluída em 90 dias, a partir da assinatura do contrato. Já o Hospital da Zona Sul de Londrina terá um prazo de 360 dias para a conclusão das obras de reforma e ampliação e o Hospital da Zona Norte, 420 dias.

O Hospital de Telêmaco Borba irá abrigar atividades de atendimento ambulatorial com os setores de Pronto-Socorro, Pronto-Atendimento, Centro de imagens, Internamento, Centro cirúrgico, Centro obstétrico, Central de esterilização, Laboratório, Serviço de nutrição e dietética, Serviço de processamento de roupa e demais unidades de apoio, recepção, administração e sanitários. Serão 161 leitos, sendo 104 de internação e 57 de observação. O prazo de execução será de 450 dias, a partir da assinatura do contrato com a Seop.

Publicidade

Notícias como essa no seu e-mail

Faça como mais de 20.000 profissionais do setor de saúde e receba as últimas matérias no seu email.

Deixe uma resposta