Referências da Saúde Quem foram os premiados da edição 2016? Confira agora

Governo estuda criação de portal para reduzir gastos com medicamentos

Publicidade

Os medicamentos comprados pela rede pública de saúde podem sofrer este ano uma redução de até 60% no preço com a criação de um portal para centralizar as informações referentes às compras efetivadas pelo Sistema Único de Saúde (SUS). De acordo com informações da Agência Brasil, o objetivo do governo é criar em 2005 o chamado Portal de Compras de Medicamentos, sistema que vai apresentar uma lista dos medicamentos adquiridos pelo governo, estados e municípios como forma de facilitar as negociações com os fornecedores e, como conseqüência, reduzir o preço para os compradores. A expectativa do secretário Logística e Tecnologia da Informação do Ministério do Planejamento, Rogério Santanna, é que a redução chegue a 60% em alguns municípios, mas ele prevê como média para o país a queda de 20% no preço dos medicamentos.
Santanna ressaltou que o SUS gasta anualmente recursos da ordem de R$ 13 bilhões para a compra de medicamentos e materiais hospitalares. Desse total, o órgão compra diretamente R$ 2,5 bilhões e repassa aos estados e municípios o valor restante para as aquisições.
Segundo o secretário, a redução do preço dos medicamentos vai ocorrer à medida que os agentes de saúde passem a acompanhar a rotina de compras pelos diversos estados e municípios. Isso porque os agentes podem utilizar esse banco de dados para entender quem faz as melhores compras e será possível compartilhar esse processo de preços, que permite que um município que não tem escala possa se agregar a uma compra de grande escala do Ministério e obter aquele medicamento a um preço muito mais razoável. O portal poderá ser acessado por todos os agentes compradores do SUS nos estados e municípios.

Publicidade

Notícias como essa no seu e-mail

Faça como mais de 20.000 profissionais do setor de saúde e receba as últimas matérias no seu email.

Deixe uma resposta