Referências da Saúde Quem foram os premiados da edição 2016? Confira agora

Gota: quando o excesso de ácido úrico provoca inflamações e dores nas articulações

Publicidade

Geralmente, o paciente acorda no meio da noite com uma dor lancinante, muito freqüente no hálux, o dedão do pé, podendo ocorrer em outras articulações. Ele não suporta a colcha em contato com o dedo e, muitas vezes, procura o pronto-socorro no meio da noite por não suportar a intensidade da dor. O dedo ou a articulação comprometida geralmente ficam inchados e arroxeados devido ao processo inflamatório. A dor intensa também pode acometer o joelho e, nesse caso, se chama gonagra. Todavia, pessoas acima dos 65, 70 anos de idade podem apresentar dores poliarticulares características de uma forma pouco usual de gota, que provoca dores em várias articulações e não apenas em uma delas.O diagnóstico do problema é feito através das complicações que ele causa aliadas a um exame de sangue, que revela os níveis de ácido úrico no organismo. Hiperuricemia, ou ácido úrico alto, não é sinônimo de gota. Mesmo com níveis de ácido úrico um pouco elevados, muitas pessoas jamais terão gota. Todavia, quando os exames de sangue revelam índice superior a 9mg por 100ml, o médico precisa investigar a história clínica do paciente, considerando a possibilidade da incidência de gota, uma doença de caráter genético e hereditário, mais masculina do que feminina, que se manifesta na proporção de nove homens para uma mulher.

Dr. Sergio Bontempi Lanzotti, reumatologista, diretor do Instituto de Reumatologia e Doenças Osteoarticulares (Iredo).

http://www.iredo.com.br

contato@iredo.com.br

Publicidade

Notícias como essa no seu e-mail

Faça como mais de 20.000 profissionais do setor de saúde e receba as últimas matérias no seu email.

Deixe uma resposta