💼 HIS17 Ministro da Saúde, Ricardo Barros, confirma presença no encerramento. Emita sua credencial gratuita

Hospital Santa Cruz passa por treinamento Lean Six Sigma

Publicidade

Gerentes, coordenadores e supervisores de todas as áreas do Hospital Santa Cruz, de Curitiba-PR, passaram por um treinamento da metodologia Lean Six Sigma. O objetivo é atingir excelência no gerenciamento de processos da instituição e obter a certificação Green Beltdentro de aproximadamente seis meses.  “Com a capacitação é possível analisar de forma mais precisa como estão os nossos processos e identificar onde precisamos atuar pontualmente”, explica a Gerente de Qualidade do Hospital Santa Cruz, Dra. Adriana Blanco.

O grupo de trinta e cinco gestores concluiu a primeira etapa do curso em maio e agora está na fase de desenvolvimento de projetos. O treinamento foi aplicado in company, pela PUC-PR e faz parte da Especialização em Lean HealthCare – Gestão Avançada da Área da Saúde, oferecida pela instituição. “Foram formadas sete equipes que estão realizando reuniões de trabalho semanais e futuramente passarão por uma banca de avaliação para a certificação”, explica a gestora.

A capacitação está alinhada à meta de processos internos do planejamento estratégico do Hospital Santa Cruz. “A perspectiva é a melhoria contínua, gerenciando e garantindo a segurança do paciente através de processos padronizados com foco na gestão da qualidade”, explica. “Na prática, esperamos trazer resultados ao cliente final, como a redução do tempo de permanência no pronto-atendimento, por exemplo”, finaliza a gerente.

Lean HealthCare

Segundo o professor de pós-graduação da Escola Politécnica da PUC-PR, Pedro Araújo Souza, a aplicação do Lean Six Sigma no setor da saúde vem crescendo. “Na saúde ele é chamado de Lean Healthcare, ou seja, a mentalidade enxuta nos hospitais”, explica. “Nos Estados Unidos, Austrália e Canadá já temos bons exemplos de hospitais praticando a metodologia e no Brasil vemos avanços surgindo”, afirma.

A aplicação da filosofia requer envolvimento. “O paciente conhece todo o fluxo dentro do hospital, desde a sua entrada até a alta, acompanhando vários processos”, explica. “No treinamento aplicado à equipe do Hospital Santa Cruz, os gestores repassam todas essas etapas, e percebem as atividades que agregam e que não agregam valor para o cliente e para o hospital. Essas atividades, uma vez identificadas, podem ser eliminadas, quando possível”, explica.

O treinamento apresenta aos gestores ferramentas estatísticas, que podem ser utilizadas para a identificação de causas e o levantamento de soluções. “O fluxo de um hospital é semelhante ao de uma empresa de manufatura, por isso a preocupação com a qualidade na performance e a redução de custos”, completa.

 

       
Publicidade

Deixe uma resposta