Referências da Saúde Quem foram os premiados da edição 2016? Confira agora

Genéricos afetam ganhos da Johnson

Publicidade

A Johnson & Johnson, maior fabricante mundial de produtos de cuidados de saúde, anunciou lucros para o primeiro trimestre que superaram as expectativas dos analistas, resultado alcançado, em parte, graças aos cortes de postos de trabalho e às vendas de produtos como o enxaguante bucal Listerine e a linha para limpeza de pele Neutrogena.
Deixe o seu comentário sobre esta notícia
Tem mais informações sobre o tema? Então, clique aqui
O lucro líquido caiu 2,5% para US$ 3,5 bilhões, ou US$ 1,26 a ação, uma vez que o comércio de medicamentos genéricos por parte de seus concorrentes tem conquistado uma participação de mercado cada vez maior e o dólar mais forte tem prejudicado as vendas fora dos Estados Unidos, informou ontem a companhia. Ainda assim, os resultados ficaram acima da média das estimativas de 13 analistas consultados pela Bloomberg, que previram o valor da ação em US$ 1,22. A receita da empresa caiu 7,2% para US$ 15 bilhões.
A J&J informou no dia 9 de abril que eliminaria cerca de 900 postos de trabalho em sua unidade farmacêutica, após o corte de 4,4 mil funcionários anunciado em 2007. A redução de gastos, combinada à compra de produtos da Pfizer em 2006, ajudou a companhia a enfrentar a recessão e a concorrência com drogas genéricas, afirmou Jeff Jonas, analista da Gabelli & Co., de Nova York. “A questão é saber quanto dos custos eles poderão reduzir para compensar a queda nos ganhos.”

Publicidade

Notícias como essa no seu e-mail

Faça como mais de 20.000 profissionais do setor de saúde e receba as últimas matérias no seu email.

Deixe uma resposta