Referências da Saúde Quem foram os premiados da edição 2016? Confira agora

GE, Philips e Siemens apostam em mercado nacional

Publicidade

Para o setor de diagnóstico por imagem, 2010 foi um ano de consolidação, fortes investimentos e resultados expressivos para, GE Healthcare, Siemens e Philips que formam a lista tríplice de finalistas da categoria o prêmio Top Hospitalar 2010 e que são os principais players do segmento.
 
Otimistas com o prêmio, a Philips vê a indicação como um reconhecimento por parte do setor de seu trabalho mostrando que sua estratégia tem surtido efeito. Segundo o diretor de healthcare da Philips, Marcos Cunha, a empresa tem modernizado sua planta para manter a competitividade em relação ao mercado.
“Esperamos que o mercado continue crescendo acima dos dói dígitos para a área de imagem, principalmente com os investimentos feitos pelo setor privado. Na área de healthcare informatics esperamos crescer cerca de 30%”, afirma Cunha.
Para a Philips, 2010 foi um ano de importantes aquisições e consolidação de suas estratégias de mercado. A empresa realizou importantes aquisições na área de informação do paciente comprando, no primeiro semestre do ano, a Tesco, empresa focada em Radiology Information System (RIS), e a Wheb Sistemas, em setembro. Ambas as aquisições fazem parte de uma estratégia de expansão no mercado nacional e integração de seus produtos com soluções de RIS e PACS.
Em 2011 a empresa irá direcionar seus investimentos para o desenvolvimento de novos produtos voltados para a necessidade local. “A partir do segundo trimestre deste ano pretendemos disponibilizar ao mercado brasileiro mamógrafos 100% digitais produzidos nacionalmente e com pronta entrega”, finaliza Cunha.
Igualmente otimista, a Siemens acredita que estar entre as três empresas finalistas é o resultado de um trabalho árduo e o reconhecimento de todo o segmento de saúde. “Para nós, só a indicação ao prêmio já nos deixa honrados”, afirma o diretor de Healthcare da Siemens no Brasil, Armando Lopes.
Segundo Lopes o mercado brasileiro é visto com ótimos olhos pela matriz da Siemens na Alemanha devido ao crescimento consistente do setor e dos fortes investimentos por parte do setor público na aquisição de equipamentos de imagem diagnóstica. “Temos um crescimento na casa dos dois dígitos para 2011 em nossas três divisões, imagem, produtos clínicos e diagnóstico”.
Em 2010 a GE Healthcare deu um passo importante para seu posicionamento estratégico em relação ao mercado latinoamericano inaugurando em Contagem, interior de Minas Gerais, seu primeiro parque fabril na América do Sul, que produzirá equipamentos de raios X, mamografia, tomografia computadorizada, ressonância magnética e PET/CT. A nova planta tem investimentos na ordem de US$50 milhões previstos para os próximos 1dez anos. Segundo a organização, a nova configuração reforça o comprometimento da companhia em ampliar seus investimentos em mercados emergentes e foi fortemente influenciada pelos resultados de crescimento. Em 2010 o faturamento da unidade na região foi 38% superior ao obtido no ano anterior.
Você tem Twitter? Então, siga http://twitter.com/#!/sb_web e fique por dentro das principais notícias de Saúde.

Publicidade

Notícias como essa no seu e-mail

Faça como mais de 20.000 profissionais do setor de saúde e receba as últimas matérias no seu email.

Deixe uma resposta