Referências da Saúde Quem foram os premiados da edição 2016? Confira agora

Fundação ABC divulga balanço de atividades

Publicidade

A Fundação do ABC, mantenedora da Faculdade de Medicina do ABC, divulgou o balanço das atividades realizadas no Hospital Estadual Mário Covas (sob sua administração), Hospital de Ensino Padre Anchieta e Hospital Municipal Universitário – HMU (ambos em São Bernardo do Campo e sob gerência clínica da Fundação do ABC). O Hospital Estadual Mário Covas registrou em seu atendimento ambulatorial 152.268 consultas médicas. As especialidades mais procuradas foram otorrinolaringologia (27.786), ortopedia (13.067), cardiologia (12.969), vascular (10.545) e urologia (8.073). A média foi de 12.689 atendimentos por mês, com maior intensidade registrada no mês de setembro (14.353).
Ainda na área ambulatorial, foram realizadas 7.086 consultas de enfermagem, 4.196 em psicologia e 1.370 em nutrição. O setor de emergência atendeu nesses 12 meses 9,3 mil pacientes, com picos nos meses de agosto (980) e dezembro (891).
Na Clínica Obstétrica foram realizados 1.442 partos, 806 normais e 636 cesáreas. No Centro Cirúrgico o trabalho também foi intenso. Com o total de 7.086 cirurgias o local teve maior procura nas especialidades de cirurgia geral (1.264), ortopedia (1.043), cirurgia pediátrica (789) e urologia (741). A média foi de 590,5 cirurgias por mês. Do total, 37% foram de pequeno porte (com menos de 1 hora de duração), 44% de médio porte (de 1 a 3 horas de duração) e 19% de grande porte (acima de três horas de duração).
Para fechar o balanço registrou-se o número de exames realizados, que foram 364.395 de patologia clínica, 17.349 de anatomia patológica e 24.714 de citologia. Nos exames por imagem foram 40.567 radiologias, 18.027 ultra-sonografias, 10.009 tomografias, 9.811 mamografias e 2.090 densitometrias ósseas, além dos demais exames (especializados), que totalizaram 95.288.
O HEMC dispõe hoje de 81 leitos cirúrgicos, 20 leitos de UTI adulto, 10 leitos de UTI neonatal e 12 leitos no Hospital-Dia, central de materiais, área de suporte administrativo, área de atendimento e setor de exames. O hospital tem 30 mil metros quadrados, divididos em cinco pavimentos.
No balanço 2003 do Hospital de Ensino Padre Anchieta foram registrados 61.435 atendimentos ambulatoriais, com a média de 5.119 consultas por mês. As especialidades mais atendidas no ano de 2003 foram as de oftalmologia (16.521), vascular (5.368), urologia (5.094), pediatria (3.949) e pronto atendimento (3.325).
Com 130 leitos disponíveis entre o Hospital Geral e o Hospital Dia, o local tem ainda capacidade para realizar 500 procedimentos cirúrgicos por mês. Foram aproximadamente 7,6 mil internações (636 por mês) e 5.114 cirurgias (426 por mês). As especialidades que mais realizaram cirurgias foram as de cirurgia geral (744), pediatria (720) e urologia (649).
Hoje o local atende aos pacientes principalmente nas especialidades de cirurgia geral, pronto atendimento, cardiologia, cirurgia torácica, cabeça e pescoço, pediatria, ortopedia, vascular, cirurgia plástica, proctologia, medicina do trabalho, nefrologia, urologia, nutrição, psicologia, assistência social e oftalmologia.
O hospital tem capacidade de realizar procedimentos de pequeno, médio e grande porte. Além disso, o Anchieta possui serviços de apoio como Banco de Sangue próprio, UTI (Unidade de Terapia Intensiva) e Cirurgia Ambulatorial (responsável pela realização de 531 cirurgias).
Na área de diagnóstico, o Hospital de Ensino Padre Anchieta dispõe de laboratório de análises clínicas e realiza tomografias, Raios-X, ultrassonografias, radiologias, endoscopias, hemoterapias, aplicação de quimioterapia, além de dispor do serviço de Angioradiologia, no qual são realizados exames e procedimentos terapêuticos em cardiologia, cirurgia vascular e neurologia.
O Hospital Municipal Universitário de São Bernardo do Campo (HMU-SBC) realizou em 2003 46.291 consultas especializadas, com maior procura pelas consultas de enfermagem (10.863), área de nutrição (8.481) e nos plantões (7.856). Foram internadas 7.676 pessoas, principalmente nos setores de clínica obstétrica (4.119), clínica médica (1.493) e de clínica cirúrgica (1.325).
Nasceram 3.319 bebês, sendo que, desses, 1.571 de parto normal, 1.134 cesáreas e 614 com fórceps. No Projeto Canguru foram atendidas 125 mães. O Banco de Leite Humano recebeu a doação de 2.462.230 ml de leite e foi responsável pelo processamento de 2.181.625 ml. Na área de procedimentos foram realizadas 197.114 radiologias, 16.670 mamografias, 5.682 ultra-sonografias, 50 densitometrias ósseas, 25 punções e 25 tomografias.
Atualmente o hospital oferece cerca de 140 leitos, 25 de clínica médica, 12 de ginecologia operatória, 14 de UTI neonatal, 7 de UTI adulto, 8 na Unidade Semi-Intensiva, 14 na Unidade de Médio Risco, 40 no alojamento conjunto, 7 de Patologia Obstétrica e 10 para o Projeto Mãe Canguru. Por mês o HMU realiza, em média, 400 internações e registra de 300 a 350 partos.
O HMU-SBC é considerado um Hospital de Alta Complexidade em Neonatologia, especializado no atendimento à saúde da mulher gestante, que recebe acompanhamento desde o conhecimento da gravidez até o nascimento do bebê. O Hospital abriga ainda a Casa da Gestante, o Espaço Aconchego, que engloba a Unidade de Médio Risco e o Projeto Mãe-Canguru (voltado para bebês prematuros, que ficam mais próximos às mães, aumentando as chances de sobrevivência nos primeiros meses de vida), e o Banco de Leite Humano, responsável pela coleta, armazenamento e repasse do leite materno aos recém-nascidos.
Hoje os esforços estão voltados para a ampliação do Projeto de Humanização, realizado em parceria com a Liga de Tratamento Intensivo da Faculdade de Medicina da Fundação do ABC. Prova disso é a parceria firmada entre o hospital e a organização Canto Cidadão, formada por pessoas com diversas profissões e que doam seu tempo, a fim de descontrair e alegrar pacientes internados. Desde o dia 23 de janeiro esses voluntários atuam no HMU, em visitas semanais.

Publicidade

Notícias como essa no seu e-mail

Faça como mais de 20.000 profissionais do setor de saúde e receba as últimas matérias no seu email.

Deixe uma resposta