💼 HIS17 Ministro da Saúde, Ricardo Barros, confirma presença no encerramento. Emita sua credencial gratuita

Funasa diz que contratos com ONGs para saúde indígena estão suspensos

Publicidade

Flagrada pela auditoria da Controladoria-Geral da União (CGU), que identificou irregularidade em 228 repasses de recursos públicos a organizações não-governamentais, prefeituras e secretarias, a Fundação Nacional de Saúde (Funasa) se defendeu no último dia 24 por meio de nota. Segundo o texto, a entidade suspendeu todos os processos de licitação, enquanto são analisados, e auditou os convênios com ONGs que atendem à saúde indígena.
Deixe o seu comentário sobre esta notícia
Tem mais informações sobre o tema? Então, clique aqui
De acordo com auditoria da CGU, já encaminhada ao Tribunal de Contas da União (TCU), os contratos com indícios de irregularidade da Funasa, em 2008, somam mais de R$ 155 milhões. As suspeitas vão desde falta de prestação de contas da utilização de recursos públicos ao descumprimento do objeto do contrato.
Segundo a assessoria de imprensa da Funasa, desde a posse da nova administração, em 2007, a instituição vem realizando auditorias periódicas e procedimento “para maior controle da transferência de recursos”.
Na nota, divulgada à imprensa na noite do dia 23, a fundação argumenta ainda que “a suspensão em casos de possíveis irregularidades é um procedimento previsto na legislação”.
A assessoria de imprensa da CGU informou que os dados da auditoria realizada no ano passado foram enviados ao TCU onde cada um dos indícios será analisado caso a caso.

       
Publicidade

Deixe uma resposta