Referências da Saúde Quem foram os premiados da edição 2016? Confira agora

Frente Parlamentar da Saúde divulga manifesto em defesa do SUS

Publicidade

A Frente Parlamentar da Saúde lançou ontem um manifesto em defesa do Sistema Único de Saúde (SUS), enfatizando a necessidade de “socorrer” urgentemente o sistema. O manifesto afirma que a situação do SUS é crítica, que a tabela de remuneração está defasada e que estudos demonstram uma defasagem superior a 100% nos valores das tabelas dos serviços. A Frente informa que os 45 hospitais universitários federais declararam no final de 2003 uma dívida em torno de R$ 320 milhões, informa a Agência Brasil.
Outro dado apresentado pelos parlamentares assinala que a rede prestadora de serviços conveniada ao SUS – hospitais filantrópicos e privados – acumula uma dívida global de R$ 20 bilhões. Eles lembram que o volume de dinheiro aplicado em saúde no Brasil ainda é insuficiente, bem abaixo do que gastam por habitantes países como o Uruguai, Paraguai e Colômbia.
Os parlamentares que compõem a frente destacam que aproximadamente 150 milhões de pessoas dependem exclusivamente do sistema público de saúde e que outras 37 milhões, associadas a planos privados, com freqüência utilizam o SUS.
O manifesto apela a sociedade civil, aos parlamentares, aos representantes dos usuários, gestores e prestadores de serviços para que participem da campanha em defesa da qualidade da atenção hospitalar no SUS. “Esperamos do governo, especialmente do Ministério da Saúde, que apresente com absoluta transparência seus números e sua proposta para dar solução a tão grave problema nacional”, afirma o manifesto.

Publicidade

Notícias como essa no seu e-mail

Faça como mais de 20.000 profissionais do setor de saúde e receba as últimas matérias no seu email.

Deixe uma resposta