Referências da Saúde Quem foram os premiados da edição 2016? Confira agora

Foco em integração

Publicidade

Há quase três anos a divisão de Recursos Humanos do Hospital das Clínicas da Unicamp decidiu deixar de ser apenas um RH para se tornar um inovador Gestor de Pessoas. Para que isso fosse possível, realizou uma transformação na forma como os funcionários eram vistos pela instituição e também mudou a forma de ver seus colaboradores. “Fazemos parte da área administrativa do hospital que presta apoio a todas as áreas. Ela é estratégica”, avalia a diretora de RH/Gestão de Pessoas do HC-Unicamp, Flora Marta Giglio Bueno. Para a gestora, entretanto, essa atuação é somente possível com a parceria de outras áreas do hospital e da própria universidade, localizados em Campinas, no interior paulista. Por essa razão, todo tipo de informação é disseminada por meio de parcerias como com o setor de Relações Públicas, Ouvidoria, Diretoria Clínica, comitês, comissões e até capelania. Quando há alguma mudança ou informação institucional, além de enviarem mensagens pela internet para todos os e-mails corporativos, o RH do hospital ainda realiza reuniões em três turnos para poder atingir funcionários que trabalham em diferentes horários na instituição. “Queremos tornar o sistema de comunicação o mais efetivo possível”, conta a diretora do departamento. Além disso, no final deste ano o setor irá distribuir a todos os funcionários uma cartilha que contém informações gerais sobre férias, sistema de trabalho, regras de segurança e demais questões pertinentes.

Da teoria à prática

Essa preocupação com a comunicação interna faz parte do novo modelo de Gestão de Pessoas do HC-Unicamp, que ainda é balizado por diversos eixos que vão da implementação de ações voltadas a segurança e saúde do trabalhador, até introdução de mecanismos de educação permanente. “Nosso objetivo é o de manter o que está sendo bem feito e aprender com nossos erros.” Essas ações envolvem uma visão de valorização e humanização no desenvolvimento do trabalho dentro da instituição, que prioriza o compromisso com a ambiência e melhoria nas condições de trabalho. “Acreditamos que depende muito do RH estratégico o tipo de ambiente a que somos expostos e até mesmo influenciamos o comprometimento do funcionário com o hospital”, avalia Flora. Segundo a diretora, o setor de saúde se diferencia do das demais empresas porque o colaborador acaba exposto diariamente a situações peculiares de estresse como doenças e a morte. “A Gestão de Pessoas na Saúde não pode ser só mais um recurso. É preciso incutir no colaborador que ele é agente de suas ações.” Outra maneira encontrada pela divisão de Recursos Humanos do HC da Unicamp de manter o colaborador ligado à instituição é garantindo sua segurança e saúde. Para poder oferecer algo completo neste quesito, o hospital formou parcerias com os órgãos competentes da Unicamp. “Prezamos pela segurança dos nossos 3 mil funcionários distribuídos nos mais diversos setores.”

A sinergia entre as várias áreas é vista como uma das responsáveis pelo sucesso da unidade de saúde. O Centro de Atenção Integrada à Saúde (Caism) do hospital, por exemplo, foi escolhido por uma pesquisa com 60,2 mil usuários do SUS como o melhor entre todas as maternidades públicas do Estado de São Paulo em 2009. “Nossos colaboradores realizam suas atividades com mais qualidade quando estão totalmente integrados com os processos do hospital.” Por essa razão, quando um novo funcionário é inserido em uma das equipes, passa por um processo de entendimento sobre o que é o trabalho em serviço público e em saúde, especialmente a política pública do SUS. “Essa integração se mostrou eficiente na manutenção de profissionais, pois há uma identificação com os ideais da instituição”, em detrimento à grande dificuldade que a maioria dos hospitais passa ao tentar manter pessoal qualificado no quadro de funcionários.

Você tem Twitter? Então, siga http://twitter.com/SB_Web e fique por dentro das principais notícias do setor.

Publicidade

Notícias como essa no seu e-mail

Faça como mais de 20.000 profissionais do setor de saúde e receba as últimas matérias no seu email.

Deixe uma resposta