HIS17 | Healthcare Innovation Show Compre 1 convite e leve 2, e economize 50% durante a pré-venda! Saiba mais

Flavio Antonio Quilici assume a presidência da FBG

Publicidade

Desde de janeiro de 2017, a Federação Brasileira de Gastroenterologia (FBG) que congrega mais de 7 mil associados, passou a ser dirigida pelo Prof. Dr. Flávio Antonio Quilici, de Campinas, SP. Médico gastroenterologista que possui graduação, mestrado e doutorado pela Universidade Estadual de Campinas.

Com largo histórico de serviços em entidades associativas, é cirurgião emérito do Colégio Brasileiro de Cirurgiões, membro honorário do Colégio Brasileiro de Cirurgia Digestiva, e já presidiu a Sociedade Brasileira de Coloproctologia e a Sociedade Brasileira de Endoscopia Digestiva. “É um orgulho, agora, ter a oportunidade de presidir a nossa sociedade mãe, a Federação Brasileira de Gastroenterologia”, diz.

Entre os principais objetivos de sua gestão, Flavio A. Quilici destaca a Educação Continuada, que considera extremamente importante dentro da Gastroenterologia, que está em constante evolução através de novas tecnologias em diagnósticos e tratamentos. “Por isso, pretendemos manter os diversos projetos que a FBG já oferece ao especialista como o Academia FBG – um programa online voltado para formação científica por meio de conteúdo, cursos FAPEGE (Fundo de Aperfeiçoamento e Pesquisa em Gastroenterologia), que proporcionam atualização em diversas regiões brasileiras”, pontua ele, algumas das atividades da Federação.

Outro importante foco será os jovens gastroenterologistas e residentes. Para eles, Flavio Quilici já garante a participação gratuita na próxima SBAD, que acontecerá em novembro de 2017, em Brasília, DF. “Nossa ideia é criarmos uma atividade específica voltada aos jovens médicos e liberar o acesso ao congresso. Dessa forma, eles vivenciarão a especialidade e um evento de grande porte”, explica.

Incentivo às campanhas públicas

Quilici ressalta que em sua gestão pretende criar projetos voltados à população e manter os já encabeçados pela FBG, como o Movimento Brasil sem Parasitose, levando atendimento e orientação. “Vamos escolher temas importantes, como a doença inflamatória intestinal, o câncer do intestino, entre outros para trabalhar com a população que necessita de orientação e esclarecimentos. Essas estratégias visam, principalmente, os pacientes – que são o nosso objetivo principal – e que merecem uma assistência de qualidade”, finaliza o futuro presidente.

 

Publicidade

Notícias como essa no seu e-mail

Faça como mais de 20.000 profissionais do setor de saúde e receba as últimas matérias no seu email.

Deixe uma resposta