Referências da Saúde Quem foram os premiados da edição 2016? Confira agora

Fiocruz desenvolve novo método para diagnosticar leptospirose

Publicidade

Pesquisadores do Instituto Oswaldo Cruz, da Fundação Oswaldo Cruz (Fiocruz), conseguiram diagnosticar a leptospirose pelo método PCR (Polymerase Chain Reaction- reação em cadeia de polimerase). Pela técnica, o sangue é coletado no início dos sintomas e é submetido a técnicas de amplificação in vitro, capazes de separar o DNA da bactéria Leptospira dos outros componentes celulares.
O método já foi testado em outros países para detectar Aids e tuberculose. No caso da leptospirose, o diagnóstico pode ser obtido em menos de oito horas.
Até o momento, o exame sorológico, que depende da resposta imunológica do paciente para identificar os anticorpos, era utilizado para identificar a doença, aumentando o tempo para obtenção de resultados para mais de dez dias.

Publicidade

Notícias como essa no seu e-mail

Faça como mais de 20.000 profissionais do setor de saúde e receba as últimas matérias no seu email.

Deixe uma resposta