Referências da Saúde Quem foram os premiados da edição 2016? Confira agora

Fim de patente faz Bristol lançar novas drogas

Publicidade

A americana Bristol-Myers Squibb anunciou novas estratégias para compensar a queda de receita que deve acontecer em 2012 com o fim da patente do Plavix, nos Estados Unidos. O medicamento contra trombose representou US$ 5,6 bilhões ds US$ 20,6 bilhões de vendas do laboratório em 2008.

Os investimentos principais têm sido direcionados às pesquisas clínicas. A Bristol aumentou seu investimento em 46%, para US$ 39,2 milhões em pesquisas com 6 mil pacientes, com 519 centros de pesquisas, englobando 37 instituições e 1,6 mil cientistas.

Para suprir a suposta queda, a Bristol também irá apostar no lançamento de novas drogas de biofármacos nos próximos três a quatro anos. O laboratório deve lançar o Onglyza e o Dapaglifozin para diabetes, o Ipilimumab para melanoma, o Belatacept para transplante e o Apixaban para trombose e problemas cardíacos.

De acordo com a Bristol, não há planos de que as novas drogas sejam produzidas no Brasil, e embora o impacto do fim da patente seja nulo para a subsidiária brasileira o laboratório terá de convencer o governo de que as novas drogas são essenciais para inclui-las na lista pública de medicamentos de alto custo.

A meta é que os novos medicamentos representem cerca de 80% das vendas em 2017.

*Com informações do Valor Econômico

Publicidade

Notícias como essa no seu e-mail

Faça como mais de 20.000 profissionais do setor de saúde e receba as últimas matérias no seu email.

Deixe uma resposta