✉️ NEWSLETTER Assine gratuitamente e atualize-se semanalmente Assinar

FDA aprova pílula com sensor de rastreamento

Publicidade

A US Food and Drug Administration (FDA, na sigla em inglês) aprovou a primeira droga nos Estados Unidos que apresenta um sistema de rastreamento digital. O medicamento Abilify MyCite (aripiprazole), utilizado para tratar transtornos mentais como esquizofrenia, tratamento agudo de episódios maníacos e mistos associados ao transtorno bipolar I e para uso como um tratamento complementar para depressão em adultos.

O sistema atua encaminhando uma mensagem do sensor da pílula para um patch wearable. O patch, por sua vez, transmite a informação para um aplicativo móvel para que os pacientes possam acompanhar a ingestão da medicação em seu smarthphone. Se o paciente optar por permitir, os seus cuidadores e médicos poderão acessar os dados on-line.

Independente dos especialistas acreditarem que a tecnologia possa ajudar a melhorar o monitoramento das medicações, a empresa responsável pela pílula afirma que o produto ainda não conta com resultados comprovados para isso.  Visto que, a bula da medicação reforça que o Abilify MyCite não deve ser empregado para rastrear a ingestão em tempo real ou durante uma emergência, dado que a detecção pode ser devagar ou nem ocorrer.

Aproximadamente do tamanho de um grão de areia, o sensor é então ativado, quando entra em contato com o fluido estomacal, algo que pode levar em torno de trinta minutos a duas horas para acontecer, e a ingestão passa a ser identificada.

Mitchell Mathis, MD, Diretor da Divisão de Produtos de Psiquiatria no Centro de Avaliação e Pesquisa de Drogas da FDA, afirma: “A FDA apoia o desenvolvimento e o uso de novas tecnologias em medicamentos prescritos e está empenhada em trabalhar com empresas para entender como a tecnologia pode beneficiar pacientes e prescritores”.

 

       
Publicidade

Deixe uma resposta