5º CONAHP debaterá “O Hospital do Futuro: O Futuro dos Hospitais”. Faça já sua inscrição → Clique aqui

Farmacêuticas precisam alertar sobre lactose em remédio

Publicidade

A Câmara analisa o Projeto de Lei 5368/09, do deputado Sandro Mabel (PR-GO), que obriga os laboratórios farmacêuticos a inserir, nos rótulos dos medicamentos, alerta sobre a presença de lactose em sua composição.
A regra também valerá para os medicamentos importados. O descumprimento da medida prevista no projeto constituirá infração sanitária e sujeitará os infratores às sanções previstas na legislação específica.
Intolerância à lactose
Mabel argumenta que a medida permitirá a pessoas com intolerância à lactose saber, antes de comprar um determinado medicamento, se o produto possui ou não a substância.
O consumidor, segundo o deputado, geralmente só sabe da presença da lactose no remédio quando lê a bula. “Ou seja, após tê-lo adquirido ou quando o consome e sofre com os sintomas típicos da intolerância”, afirma.
A intolerância à lactose manifesta-se por meio de distúrbios gastrointestinais, como náuseas, vômitos e diarréia. Essa intolerância se deve à ausência da enzima lactase nas células da mucosa intestinal, o que impede a digestão da lactose presente no leite.
Os pacientes que sofrem da intolerância à lactose precisam adotar uma dieta alimentar restritiva, e o leite e seus derivados são descartados do consumo.
Tramitação
O projeto será analisado emcaráter conclusivo pelas comissões de Defesa do Consumidor; de Seguridade Social e Família; e de Constituição e Justiça e de Cidadania.
Você tem Twitter? Então, siga http://twitter.com/SB_Web e fique por dentro das principais notícias do setor.

       
Publicidade

Deixe uma resposta