Referências da Saúde Quem foram os premiados da edição 2016? Confira agora

Faltou um tipo de orientação

Publicidade

Superando qualquer resistência um pouco mais conservadora da comunidade médica, meditação, yoga, reiki, acupuntura, musicoterapia e diversas outras práticas são cada vez mais usadas como complemento à medicina de ponta no mundo, no tratamento de câncer.

O objetivo é garantir o bem-estar de pacientes, amenizando os efeitos muitas vezes agressivos de tratamentos, e potencializar o desempenho de uma área oncológica.

L.E Ross e colaboradores da Shaw University, Raleigh, da Carolina do Norte, afirmam que mais de 10,8 milhões de americanos já tiveram câncer e mais 1,5 milhão tiveram nesse ano de 2008.

Os autores entrevistaram uma amostra de 2.262 pessoas de ambos os sexos, representativa da população americana, com historia de câncer para pesquisar que tratamentos não convencionais usaram além do tratamento medico, 68,5% responderam que rezaram e se apegaram a fé , desse grupo 72% resultou em uma saúde melhor.

Os autores constataram que as pessoas que se apegaram a fé são mulheres, pessoas mais jovens, com alto nível de educação e que não tinham outras doenças crônicas associadas. Os autores afirmam que estímulo a espiritualidade deve complementar o tratamento desses pacientes com câncer.

J Altern Complement Med. 2008 Oct 17.

Prof. Dr. Jose Knoplich, editor medico dos sites www.ram.uol.com.br e www.intramed.uol.com.br, knoplich@uol.com.br

Publicidade

Notícias como essa no seu e-mail

Faça como mais de 20.000 profissionais do setor de saúde e receba as últimas matérias no seu email.

Deixe uma resposta