Referências da Saúde Quem foram os premiados da edição 2016? Confira agora

EXPECTATIVAS PARA 2008: Compartilhe suas perspectivas para o próximo ano

Publicidade

Ano novo, negócios novos. Assim o mercado já começa a enxergar 2008. Um ano de eleições municipais e de novas verbas devem reaquecer os setores da economia, inclusive a Saúde.

Acesse abaixo nossa seção de ?Comentários’ e compartilhe com o setor sua perspectiva em relação ao próximo ano. Sua mensagem será publicada automaticamente no Saúde Business Web e na edição de dezembro da revista Fornecedores Hospitalares.

Participe!

“Reforçando as colocações de Porter, sobre as contribuições da cadeia produtiva na agregação de valor ao segmento, a exepctativa é que em 2008 ocorra uma sinergia maior entre todos os agentes, ou seja, que os fornecedores de produtos,equipamentos médicos, tecnologia e serviços agregem valor e inovação na assistência à saúde do Brasil.” (Andreia Vavassori Silva, Datasul Soluções de Govenança em Saúde)

“A expectativa para 2008 é que os empresários dos Serviços de Saúde invistam mais na proteção, segurança e saúde dos trabalhadores, até porque se não investirem suas despesas com Seguro Acidente de Trabalho (SAT) aumentarão e suas empresas perderão competitividade perante seus concorrentes. As alíquotas do SAT passam de fixas a variáveis e alíquota de contribuição da empresa pode ser reduzida pela metade ou dobrar.O assunto está regulamentado pelo Decreto 6.042 de 12/12/07.” (Mauro Daffre da NÓS/Projeto TSPV)

‘Acredito que em 2008 o grande foco será o de gerenciamento de pacientes crônicos. Esse público gera um grande impacto para as operadoras de saúde e, também, para o segmento como um todo. Com um mercado cada vez mais competitivo e pela constante luta contra os custos, vejo um 2008 com grande investimento no monitoramento desses casos.” (Mauricio Fernandes dos Santos, da Divicom)

“Ano que vem creio que veremos um maior crescimento para o meio da pirâmide, fatia mais impactada com aumentos de emprego e renda, além do aumento da concentração de hospitais e de um ritmo mais acelerado na verticalização das empresas do setor. O segmento no geral deve acompanhar o crescimento do país, na casa dos 5%. A rede de hospitais São Luiz, especificamente, deve registrar 8% de crescimento, no período, e esperamos fechar 2008 com mais uma ou duas unidades”. (André Staffa, do Hospital São Luiz)

“A expectativa para 2008 é que as operadoras deêm mais atenção ao Prontúario Ambulatorial Eletrônico do Paciente, para proporcionar uma maior transparência nos atendimentos médicos e melhor acompanhamento dos seus beneficiários”. (Andecler Martins da Vinculo Medico) 

“A expectativa para 2008 é de expansão para novos segmentos do mercado de serviços diagnósticos, além de Medicina Diagnóstica, em especial em Análises Ambientais e de OGMs- Organismos Geneticamente Modificados”. (Mauricio Uhle, do DASA)

 

Publicidade

Notícias como essa no seu e-mail

Faça como mais de 20.000 profissionais do setor de saúde e receba as últimas matérias no seu email.

Deixe uma resposta