Referências da Saúde Quem foram os premiados da edição 2016? Confira agora

Excesso e escassez de água podem atrapalhar o bom funcionamento do organismo

Publicidade

Hoje, 22 de março, comemoramos o dia Mundial da Água, líquido este que faz toda a diferença para o nosso organismo. Aproximadamente 60% do peso corporal do homem e 50% da mulher são compostos por água, que é perdida e reposta continuamente.

A água participa de todas as reações enzimáticas do corpo humano, se distribuindo e equilibrando o organismo. Diariamente, perdemos aproximadamente dois litros de água. Segundo a nutricionista do Hospital Samaritano de São Paulo, Weruska Barrios, é necessário o consumo de igual quantidade para que não entremos em um processo de desidratação e intoxicação. “Uma pessoa que não bebe a quantidade de água necessária diariamente acaba sobrecarregando seu rim, já que ele é um mecanismo de diluição e concentração da urina”, salienta a nutricionista.

Em seguida, o cérebro emitirá um sinal de sede, incentivando a ingestão de água e o restabelecimento do equilíbrio hídrico. Se isto não ocorrer, a pessoa começará a se desidratar até um ponto em que haverá redução do volume de água circulante, queda de pressão arterial, redução do bombeamento do sangue no cérebro e aumento na concentração de sódio. “A ingestão inadequada de água, em casos extremos, pode até ser fatal”, salienta a nutricionista.

Em condições normais – ou seja, em repouso, temperatura ambiente não elevada e trajes adequados – são necessários de 30 a 35 ml/kg diários de água. Sendo assim, uma pessoa que pesa 70 quilos precisa de 2.000 a 2.500 ml de água por dia. No entanto, es

Publicidade

Notícias como essa no seu e-mail

Faça como mais de 20.000 profissionais do setor de saúde e receba as últimas matérias no seu email.

Deixe uma resposta