Referências da Saúde Quem foram os premiados da edição 2016? Confira agora

Estabelecimentos de saúde esperam manter alíquota do Cofins em 3%

Publicidade

O presidente da Confederação Nacional de Saúde (CNS), José Carlos Abrahão, informa que amanhã, dia 17, a Frente Parlamentar da Saúde vai se reunir novamente o ministro da Secretaria de Coordenação Política e Assuntos Institucionais, Aldo Rebelo, para falar sobre o impacto do aumento da alíquota.
A Confederação Nacional de Saúde (CNS) reivindica que a Cofins para o setor de laboratórios de patologias e radiologia sejam isentos do aumento. A Frente e a CNS querem garantir que os estabelecimentos de saúde sejam beneficiados com a alíquota de 3%, estabelecida na MP da Cofins para os setores de saúde, educação e transportes coletivos.
A alíquota diferenciada foi acatada pelo relator da MP 164, deputado Jamil Murad (PCdoB/SP). O próximo passo será agendar reuniões com o Ministério da Fazenda e Receita Federal para tentar convencer o Governo a estabelecer o mesmo tratamento para todo o setor de saúde.

Publicidade

Notícias como essa no seu e-mail

Faça como mais de 20.000 profissionais do setor de saúde e receba as últimas matérias no seu email.

Deixe uma resposta