🚀 HIS 17 Última chance: Mais de 5.000 inscritos! E você? Já emitiu sua credencial gratuita Clique aqui

Equívocos e riscos do consumo da ração humana

Publicidade

Quem ainda não ouviu falar sobre ela? A ração humana está na mídia e caiu no agrado popular. Quase um “milagre nutricional”, uma vez que é tida como um alimento completo capaz de regularizar o intestino, melhorar a disposição, auxiliar no combate à flacidez, prevenir os sintomas da menopausa, aumentar a saciedade, inibir a absorção de gorduras, reduzir o colesterol, prevenir as doenças cardiovasculares e o câncer e, ainda por cima, emagrecer. Como deixar de consumir algo tão precioso? Para aqueles poucos que ainda não conhecem a fórmula milagrosa, ela engloba fibra de trigo, aveia em flocos, gérmen de trigo, levedo de cerveja, linhaça marrom, gergelim com casca, guaraná em pó, cacau em pó, açúcar mascavo, leite de soja em pó e gelatina sem sabor (Agar Agar)… Consideramos incorreto passar às pessoas a falsa idéia de que um único alimento seja o bastante para assegurar a saúde. Esta falsa promessa impede que as pessoas assimilem comportamentos alimentares adequados, estes, sim, sabidamente eficazes na prevenção de doenças, mas de difícil implementação. Não é possível prevenir doenças sem hábitos saudáveis como um todo e sem a participação ativa do paciente.

Dra. Ellen Paiva, endocrinologista, diretora do Citen, Centro Integrado de Terapia Nutricional.

www.citen.com.br

faleconosco@citen.com.br

http://twitter.com/Citensp

       
Publicidade

Deixe uma resposta