Referências da Saúde Quem foram os premiados da edição 2016? Confira agora

Envolvido com a comunidade

Publicidade

Referência para uma população de quase 900 mil habitantes da região situada entre Florianópolis (SC) e Porto Alegre (RS), o Hospital São José, em Criciúma (SC), tem foco, principalmente, nos usuários do SUS, que em 2008 representaram 74,86% de seus quase 180 mil atendimentos.

Como premissa, o hospital determinou que não só prestaria serviços de saúde, mas também estimularia a gestão participativa, trazendo a comunidade para dentro de suas instalações, de modo que os habitantes da região reconhecessem o São José como seu patrimônio.

“Em 2003, criamos um Conselho Consultivo, que desde então tem uma importância fundamental em nossa caminhada pela ampliação e melhoria dos serviços de saúde. Este grupo congrega membros do poder público estadual e municipal, associações de bairro, empresariais e comerciais, membros do corpo clínico, colaboradores e empresários, que se reúnem periodicamente e nos incentivam com suas sugestões e avaliações”, explica a vice-diretora do hospital, Irmã Terezinha Buss.

Transparência também é premissa no São José. “Temos um Conselho de Administração, formado por membros da mantenedora, a Sociedade Literária e Caritativa Santo Agostinho, realizamos assembleias e prestamos contas trimestralmente. Além disso, nosso balanço anual é publicado no Diário Oficial. Estas ações fazem com que o hospital tenha credibilidade e, por isso, a sociedade se envolve além do que nós imaginávamos que seria possível. O centro cirúrgico, por exemplo, foi construído com o apoio das indústrias da região. A comunidade reconhece que o São José não tem lucro para si e reverte tudo que arrecada em melhorias para o serviço”, conta a diretora geral, Irmã Cecília Martinello.

Assim como a população se engaja para manter o hospital, a instituição também se envolve em uma série de projetos de cunho socioambiental, como a redução da geração de resíduos (hoje o hospital gera um volume quatro vezes menor do que o de 2005), redução do consumo de energia elétrica por meio da instalação de sensores de movimento, troca de lâmpadas e priorização do uso de equipamentos de maior eficiência energética, redução do consumo de água e toalhas de papel, tratamento específico de efluentes do setor de diagnóstico por imagem e destinação correta do lixo eletrônico entre outros.

“Também envolvemos a comunidade nestes projetos. Resíduos como papéis, plásticos e papelões são destinados a uma cooperativa de catadores e, para 2010, também planejamos contar com o trabalho de presidiários na usina de compostagem, como um meio de reinserção social”, enumera o coordenador de marketing e qualidade, Eduardo Máximo.

Na área social, além da Pastoral da Saúde Hospitalar, com 150 voluntários, o São José conta com projetos como o Hospital na Praça, que há três anos leva atendimento básico e orientações em saúde à população, assistência ao aleitamento materno, grupo de apoio aos pacientes com traumatismo raquimedular e serviço social, entre outros.

Planos para 2010

Em 2009, por meio de uma aliança com a Clínica de Radiologia Flávio Althoff, o São José passou a contar com uma ressonância magnética. Os investimentos incluíram também a aquisição de um PACS e novos equipamentos para as UTIs.

Em 2010, o hospital espera obter o credenciamento para transplantes de rim e conquistar a acreditação nível 1 da ONA. “Também temos projetos para ampliar o centro cirúrgico, que deve ganhar mais oito salas, as UTIs, que contarão com mais 10 leitos, e a área de internação, que terá 26 novos leitos. Vamos trabalhar fortemente em serviços de apoio, como lavanderia e esterilização, para suportar o crescimento da demanda, e investir em treinamento contínuo dos colaboradores, especialmente das lideranças. O objetivo das ações é adequar a infraestrutura para a diferenciação dos serviços, desenvolver as áreas de ensino e pesquisa e aprimorar a qualidade do gerenciamento, de modo a garantir a sustentabilidade e o crescimento do hospital”, finaliza o diretor administrativo, Laércio Ferrari.

Você tem Twitter? Então, siga http://twitter.com/SB_Web e fique por dentro das principais notícias do setor.

Publicidade

Notícias como essa no seu e-mail

Faça como mais de 20.000 profissionais do setor de saúde e receba as últimas matérias no seu email.

Deixe uma resposta