HIS17 É hora de mudar a saúde! Faça como seus colegas, participe do HIS. Quero participar da mudança

Encontro aborda atenção em genética no SUS

Publicidade

O Ministério da Saúde e a Secretaria de Estado da Saúde de São Paulo promovem entre hoje (30/11) e amanhã (01/12), no auditório da Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de São Paulo (Fapesp), e no Instituto Butantan, em São Paulo, a Oficina Regional sobre Atenção em Genética Clínica no SUS. O encontro, voltado para as regiões Sul e Sudeste, conta com o apoio da Sociedade Brasileira de Genética Clínica e vai reunir gestores de saúde e prestadores de serviço para traçar um diagnóstico e apresentar propostas que possam subsidiar a Política Nacional de Atenção em Genética Clínica.
A iniciativa de promover discussões regionais sobre o tema surgiu da constatação de que é necessário regulamentar e padronizar o atendimento em genética clínica no Sistema Único de Saúde (SUS). Pesquisas demonstram que cerca de 5% das gestações evoluem para o nascimento de bebês com algum tipo de anomalia congênita, deficiência ou doença genética que comprometerá o desenvolvimento e qualidade de vida. Em setembro deste ano, o Ministério da Saúde constituiu um grupo de trabalho para formular uma política específica para a área.

       
Publicidade

Deixe uma resposta

Encontro aborda atenção em genética no SUS

Publicidade

O Ministério da Saúde e a Secretaria de Estado da Saúde de São Paulo promovem entre hoje (30/11) e amanhã (01/12), no auditório da Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de São Paulo (Fapesp), e no Instituto Butantan, em São Paulo, a Oficina Regional sobre Atenção em Genética Clínica no SUS. O encontro, voltado para as regiões Sul e Sudeste, conta com o apoio da Sociedade Brasileira de Genética Clínica e vai reunir gestores de saúde e prestadores de serviço para traçar um diagnóstico e apresentar propostas que possam subsidiar a Política Nacional de Atenção em Genética Clínica.
A iniciativa de promover discussões regionais sobre o tema surgiu da constatação de que é necessário regulamentar e padronizar o atendimento em genética clínica no Sistema Único de Saúde (SUS). Pesquisas demonstram que cerca de 5% das gestações evoluem para o nascimento de bebês com algum tipo de anomalia congênita, deficiência ou doença genética que comprometerá o desenvolvimento e qualidade de vida. Em setembro deste ano, o Ministério da Saúde constituiu um grupo de trabalho para formular uma política específica para a área.

       
Publicidade

Deixe uma resposta

Encontro aborda atenção em genética no SUS

Publicidade

O Ministério da Saúde e a Secretaria de Estado da Saúde de São Paulo promovem entre hoje (30/11) e amanhã (01/12), no auditório da Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de São Paulo (Fapesp), e no Instituto Butantan, em São Paulo, a Oficina Regional sobre Atenção em Genética Clínica no SUS. O encontro, voltado para as regiões Sul e Sudeste, conta com o apoio da Sociedade Brasileira de Genética Clínica e vai reunir gestores de saúde e prestadores de serviço para traçar um diagnóstico e apresentar propostas que possam subsidiar a Política Nacional de Atenção em Genética Clínica.
A iniciativa de promover discussões regionais sobre o tema surgiu da constatação de que é necessário regulamentar e padronizar o atendimento em genética clínica no Sistema Único de Saúde (SUS). Pesquisas demonstram que cerca de 5% das gestações evoluem para o nascimento de bebês com algum tipo de anomalia congênita, deficiência ou doença genética que comprometerá o desenvolvimento e qualidade de vida. Em setembro deste ano, o Ministério da Saúde constituiu um grupo de trabalho para formular uma política específica para a área.

       
Publicidade

Deixe uma resposta