Referências da Saúde Quem foram os premiados da edição 2016? Confira agora

EMS cresce 38% e avança entre as empresas da América Latina

Publicidade

Um levantamento realizado pela consultoria IMS Health constatou que a EMS avançou uma posição entra as empresas farmacêuticas da América Latina e passou a ocupar o sexto lugar no ranking. De acordo com a EMS, o ranking foi elaborado com base no desempenho das empresas em 2010. Nesse período, a EMS faturou R$ 3,37 bilhões e cresceu 38% em relação ao ano anterior, segundo a IMS Health.
Para a companhia, a sexta posição no ranking é consequência de fatores como foco em inovação, pioneirismo em importantes lançamentos e investimentos na produção. E ressalta que a EMS investe anualmente 6% do seu faturamento nas atividades de pesquisa e desenvolvimento e, em 2010, R$ 20 milhões foram direcionados para a fábrica de Hortolândia, além de outros investimentos em força de vendas, em treinamentos e no reforço da marca.
O lançamento das versões genéricas de grandes blockbusters, como a sildenafila e a atorvastatina, também foi determinante para impulsionar o desempenho.
O bom desempenho do laboratório continua em 2011. Dados da IMS Health de abril mostram a EMS com uma demanda de R$ 338,5 milhões, responsável por garantir um market share de 10,4%. Foram 21,4 milhões de unidades comercializadas no período.
Recentemente, a EMS anunciou a construção de novas fábricas, com conclusão prevista para 2012. Essa empreitada irá contribuir para sustentar o crescimento da empresa nos próximos anos.
Ranking da indústria farmacêutica na América Latina
1) Sanofi-Aventis
2) Novartis
3) Pfizer
4) Bayer
5) Merck
6) EMS
7) Glaxosmithkline
8) Johnson & Johnson
9) Boehringer
10) Abbott
Fonte: IMS Health – Midas, MAT Dez 2010

Publicidade

Notícias como essa no seu e-mail

Faça como mais de 20.000 profissionais do setor de saúde e receba as últimas matérias no seu email.

Deixe uma resposta