Referências da Saúde Quem foram os premiados da edição 2016? Confira agora

Empresas alemãs visitam o Brasil para firmar parcerias

Publicidade

Na última semana uma delegação composta por cinco empresas alemãs do segmento médico-hospitalar esteve presente em São Paulo. Com o objetivo de firmar novas parcerias locais para atuarem no mercado nacional. Segundo o gerente de comércio exterior da Câmara de Comércio Brasil Alemanha, Michel Haddad, o país é um dos líderes mundial em tecnologia médico-hospitalar e vê no Brasil um grande potencial de sociedade para os negócios.
Provindas do estado de Sarre, região caracterizada pela forte produção industrial principalmente em ramos como biotecnologia, médico hospitalar e logística essas empresas acreditam que novas parceiras podem render bons resultados para o setor da saúde do Brasil.
Em sua primeira visita ao Brasil o Institut Biomedizinische Technik (IBMT), especializado no desenvolvimento de tecnologias de diagnóstico por imagem, testes biomédicos, criogenia é um dos membros da delegação.
Segundo o executivo do IBMT, Markus Michel o instituto está procurando instituições e empresas interessadas em realizar pesquisas farmacêuticas e biotecnológicas para o desenvolvimento de novas soluções hospitalares, principalmente na área diagnóstica.
Ele disse que está em contato com o Hospital Sírio Libanês e com o Instituto de Pesquisa Eldorado e está otimista para que novos projetos sejam colocados em prática.
O instituto tem como uma das suas expertises o laboratório móvel de biosegurança nível três. ?Esse é o único laboratório móvel nível três que existe. Ele foi desenvolvido especificamente para fazer testes de HIV na África do Sul.? E completa dizendo que esse é um dos diálogos que a organização está tendo com as empresas brasileiras.
De acordo com Haddad, o crescimento econômico do País fez com que a Alemanha visse que o Brasil é mais do que um consumidor de produtos. ?Antigamente os países não tinham muita opinião sobre o Brasil, o fato de termos saído ilesos da crise econômica fez com que criassem interessem pelo nosso mercado?.
A empresa Policyne, especializada em filmes e lâminas poliméricas para embalagens de medicamentos também esteve presente no Pais. Segundo o gerente geral da Policyne, Jorg Staud , a principal meta da empresa no momento é encontrar distribuidores deembalagens para armazenar medicamentos.
Além dessas empresas, também estiveram presentes a Ursatec, que atua na produção de embalagens dosadoras; a Optec, que entre outros equipamentos cirúrgicos fabrica varas telescópicas usadas em endoscopias. Também esteve presente a Medical Technology Prodmet Consultancy, que veio em busca de parceiros que a ajudem a posicionar seus serviços voltados ao segmento hospitalar no mercado brasileiro.

Publicidade

Notícias como essa no seu e-mail

Faça como mais de 20.000 profissionais do setor de saúde e receba as últimas matérias no seu email.

Deixe uma resposta