Referências da Saúde Quem foram os premiados da edição 2016? Confira agora

Empresa francesa lança isoladores para controle de esterilidade

Publicidade

A francesa Erea busca distribuidores no Brasil para o Flux Bulle, produto que elimina os riscos de contaminação que podem levar à eliminação de lotes corretamente fabricados. A solução evita os perigos da manipulação dos produtos esterilizantes e sua neutralização. Voltado para os fluxos de controle das linhas de produção, consiste em um isolador de pequenas dimensões com paredes internas lisas, cantos arredondados, fáceis de limpar, perfeitamente livre de qualquer material, ventilado por um fluxo laminar vertical. Esse isolador é descontaminado entre dois controles por simples limpeza sob fluxo laminar (classe ISO 5).
Princípios de funcionamento
O recipiente “A” que comporta duas portas macho é entregue vazio e esterilizado. Conectado à unidade de fabricação para que sejam introduzidos todos os frascos, ampolas e amostras a serem controladas.
Graças a sua segunda porta, em seguida ele é conectado ao isolador, local de trabalho, onde serão transferidas as amostras. Ao final do controle, ele recebe os testes que devem ser transferidos para a incubadora. Em seguida pode ser desconectado e enviado à incubadora ou cortado por solda em múltiplos sachês que protegerão as amostras de qualquer contaminação cruzada.
O recipiente “B” possui uma só porta macho, mas é atravessado por uma tubulação flexível cuja extremidade externa tem como prolongamento uma bolsa vazia de recuperação. A tubulação flexível passa por uma bomba peristáltica, situada fora do isolador.
O recipiente “C” comporta todos os materiais, produtos e ambientes que servirão para efetuar o controle. O conjunto é pré-esterilizado por irradiação. O recipiente, sendo padronizado, sua esterilização tem validade definitivamente.
Uma vez que os controles tiverem sido efetuados, basta recolocar no recipiente todos os materiais e produtos. Limpa-se a área de trabalho vazia e desconecta-se o recipiente para enviá-lo a um incinerador, se houver necessidade. Uma vez terminada a operação, o isolador, completamente vazio, está pronto para ser usado novamente.
Essa unidade simples, fácil de ser transportada, não precisa de nenhuma infra-estrutura em particular e pode atender as unidades de fabricação para diminuir os prazos de transferência das amostras, segundo a fabricante.
Para mais informações consulte o site: www.erea.com/fluxbulle
Serviço: Erea, tel.: +33 (0) 3 22 84 39 99
Fax: +33 22 84 40 60
E-mail: contact@erea.com
Site: www.erea.com

Publicidade

Notícias como essa no seu e-mail

Faça como mais de 20.000 profissionais do setor de saúde e receba as últimas matérias no seu email.

Deixe uma resposta