Referências da Saúde Quem foram os premiados da edição 2016? Confira agora

Einstein promove simpósio de cardiologia

Publicidade

Para discutir as doenças cardíacas e os mais recentes avanços no tratamento da hipertensão arterial, níveis elevados de colesterol, arritmias e insuficiência cardíaca, o Programa de Cardiologia do Hospital Israelita Albert Einstein promove o I Simpósio de Cardiologia no próximo sábado, dia 14, no hotel Meliá, em São Paulo, das 8h00 às 18h. As doenças cardíacas estão entre as principais causas de morte na maioria dos países, sendo responsáveis por cerca de 15 milhões de óbitos ao ano. O índice global de mortalidade hospitalar por infarto fica em torno de 10% a 15%, de maneira geral no Brasil chega a 5% nos melhores hospitais. Na década de 60, esse índice chegava a ultrapassar os 30%.
Um dos grandes e atuais problemas da medicina é a falta da adoção de protocolos de conduta específicos para cada doença. Um levantamento feito pelo Hospital Israelita Albert Einstein comprovou a eficácia dos protocolos de conduta em cardiologia, recomendados pela Sociedade Brasileira de Cardiologia e por instituições internacionais como a American Heart Association e o American College of Cardiology. A adoção dos protocolos de conduta tem permitido reduzir em alguns tratamentos o tempo médio de internação em até 40% e o custo final para o paciente em 30% a 40%.
O Simpósio de Cardiologia Einstein: “Do Conhecimento à Prática: Evidências e Protocolos de Conduta” objetiva, gerar conhecimento a partir da discussão de casos clínicos em uma forma interativa entre os participantes e convidados com comprovada experiência técnico e científica.
No Simpósio, dentre outros temas, serão discutidas técnicas e tratamentos que visam recuperam o músculo cardíaco severamente comprometido. Incluem-se aí técnicas cirúrgicas recentemente incorporadas à prática médica bem como o uso de marca-passos, desfibriladores (que detectam arritmias fatais e liberam choques elétricos no coração evitando a parada cardíaca) e o implante de “corações artificiais” enquanto o paciente aguarda o transplante cardíaco. Além disso, as discussões abordarão a terapia com células-tronco obtidas do próprio paciente. Essas células, quando injetadas no coração doente, têm o potencial de regenerar o músculo cardíaco e melhorar a qualidade de vida dos pacientes.
Serviço
Data: 14/02/04 – próximo sábado
Horário: das 8h00 às 18h
Local: Hotel Gran Meliá WTC – Av. das Nações Unidas, 12559 – Brooklin Novo
Programa: Prevenção da Doença Aterosclerótica e Risco Cirúrgico; Síndrome Coronariana Aguda SEM Supradesnivelamento do Segmento ST; Síndrome Coronariana Aguda COM Supradesnivelamento do Segmento ST; Fibrilação Atrial; Miocardiopatia, Insuficiência Cardíaca Descompensada e Choque Cardiogênico.

Publicidade

Notícias como essa no seu e-mail

Faça como mais de 20.000 profissionais do setor de saúde e receba as últimas matérias no seu email.

Deixe uma resposta