Referências da Saúde Quem foram os premiados da edição 2016? Confira agora

Dor é tema de Congresso da USP

Publicidade

Os avanços e perspectivas futuras na prevenção, diagnóstico e tratamento de dores crônicas e agudas serão abordados no II Cindor USP 2005 – Congresso Interdisciplinar de Dor da Universidade de São Paulo que acontece de 12 a 14 de maio no Centro de Convenções Rebouças. O evento é organizado por profissionais que integram o Centro de Dor e a Divisão de Medicina Física do Instituto de Ortopedia e Traumatologia, do Hospital das Clínicas da Faculdade de Medicina da USP. Participam da exposição e discussão dos temas os pesquisadores que mais se destacam no desenvolvimento científico sobre dor, no Brasil e no exterior.
Médicos, estudantes e profissionais de saúde poderão participar de palestras, simpósios satélites, mesas redondas e cursos de atualização. Serão abordados assuntos de interesse para reumatologistas, fisiatras, cirurgiões dentistas, neurologistas, ortopedistas, psiquiatras, clínicos gerais, cirurgiões, anestesistas, acupunturistas, fisioterapeutas, terapeutas ocupacionais, psicólogos, enfermeiros, assistentes sociais, especialistas em Medicina do Trabalho, e demais pessoas que trabalham na assistência dos indivíduos com dor.
Entre os temas destacam-se: o uso da toxina butolínica na dor e na cefaléia; dor em idosos; dor orofacial; cefaléia; alívio de dor e qualidade de vida; atividade física em pacientes com dor crônica; síndrome fibromialgica (caracterizada por dor generalizada e fadiga); LER/DORT (distúrbios osteomusculares relacionados ao trabalho e novas aquisições na área da cefaléia e algias cromiofaciais); tendinites; lombalgias, técnicas especiais de acupuntura e de estimulação elétrica do sistema nervoso.
Além desses temas o congresso aborda ainda os progressos e perspectivas no manejo farmacológico da dor, anestesia, métodos físicos e psicoterápicos utilizados para o tratamento.
Os especialistas estrangeiros que confirmaram presença no evento são: Troels Jensen, professor da Universidade de Aarhus/Dinamarca, e presidente da International Society for the Study of Pain (IASP); o psicólogo Robert Kerns, chefe do Serviço de Dor da Universidade Yale e Coordenador da Saúde Mental do Hospital de Veteranos dos EUA; o neurologista Charles Argoff, da Universidades de North Shore/EUA; e o geriatra Marcos Montagnini, responsável pelo Serviço de Cuidados Paleativos da Universidade de Wisconsin/EUA
Serviço:
Congresso Interdisciplinar de Dor da USP 2005
Data: 12, 13 e 14 de maio de 2005
Local: Centro de Convenções Rebouças – Avenida Rebouças, 600 – São Paulo (SP)

Publicidade

Notícias como essa no seu e-mail

Faça como mais de 20.000 profissionais do setor de saúde e receba as últimas matérias no seu email.

Deixe uma resposta