Referências da Saúde Quem foram os premiados da edição 2016? Confira agora

Dieta do tipo sanguíneo: combate a obesidade e ajuda na prevenção e no tratamento de doenças

Publicidade

Aliada a exercícios físicos a dieta reduz em até dez quilos no primeiro mês

São Paulo, novembro de 2010 – Formulada para aperfeiçoar o desempenho do organismo, a Dieta do Tipo Sanguíneo, baseia-se na teoria de que o tipo de sangue determina funções digestivas, estruturas imunológicas e que alguns alimentos atuam não só na perda ou aumento de peso, mas também, na prevenção e tratamento de doenças. Idealizada pelo médico Naturopata Peter D´Adamo, a dieta mostra que para cada grupo sanguíneo, A, B, AB e O, existe uma relação de alimentos benéficos, neutros e nocivos, na qual o cardápio precisa ser criado, com base nesta classificação individual.

Especialistas e pesquisadores em nutrição analisaram, por quase cinco décadas, as reações bioquímicas dos seres humanos, para chegar à conclusão que um mesmo tipo de alimento não é tolerado de igual forma, por pessoas de tipos sanguíneos diferentes. Isto se deve a certas proteínas neles contidas – as lectinas protéicas – capazes de “imitar” algumas das substâncias imunológicas de cada grupo sanguíneo – O, A, B, e AB.

As lectinas se ligam a outros organismos, funcionando como supercolas naturais, sendo de grande eficácia nos dutos biliares e na superfície do fígado, onde auxiliam a concentração dos agentes patogênicos. Porém, elas podem se tornar prejudiciais, quando postas em ação contra um determinado tipo de sangue.

E, isso, irá ocorrer SEMPRE que ingerirmos um alimento que não seja benéfico ao nosso tipo específic

Publicidade

Notícias como essa no seu e-mail

Faça como mais de 20.000 profissionais do setor de saúde e receba as últimas matérias no seu email.

Deixe uma resposta