Referências da Saúde Quem foram os premiados da edição 2016? Confira agora

Diagnóstico precoce traz economia no tratamento de câncer de mama

Publicidade

O Instituto Avon apresentou hoje, na palestra ?Finding Breast Cancer in Early Stages?, uma pesquisa que indica que, no Brasil, os custos com tratamento de câncer em estágio avançado vão de R$ 25 a R$ 60 mil, enquanto o tratamento precoce custa cerca de R$ 5 mil. Apesar de trazer economia e reduzir o índice de mortalidade, as atividades de prevenção não recebem incentivos. ?Por não apresentar um resultado palpável, a prevenção não atrai investimentos. Se o governo contabilizasse os custos com tratamento, perceberia que o valor é dez vezes menor no estágio inicial. É uma grande economia?, afirma a diretora-médica do Instituto Avon, Rita Dardes.
Nos hospitais brasileiros, 60% dos casos de câncer diagnosticados estão em estágios avançados.
Outro fator que dificulta o diagnóstico correto é a falta de especialização dos médicos. Uma pesquisa feita pela Unifesp mostrou que, em cada mil pacientes do Estado de São Paulo, 23% das mamografias indicam um falso negativo. ?Falta educação médica continuada. Os médicos não têm tempo ou não têm oportunidade de se especializar. Em diversas cidades do Brasil, não há vagas para a residência médica. Só 60% dos profissionais têm especialização.?
Para Rita, a falta de preparo dificulta também o fluxo de informações entre os diversos profissionais que atendem à mulher. ?O diagnóstico de câncer de mama requer uma abordagem multidisciplinar, com radiologistas, técnicos em radiologia, ginecologistas e mastologistas. Há uma dificuldade de integração e, caso haja erro em qualquer etapa, toda a interpretação fica comprometida.?
O Brasil possui um número suficiente de equipamentos, mas a distribuição está comprometida. ?Apenas 9% das cidades brasileiras possuem um mamógrafo. Há concentração especialmente no Sul e Sudeste.?

Publicidade

Notícias como essa no seu e-mail

Faça como mais de 20.000 profissionais do setor de saúde e receba as últimas matérias no seu email.

Deixe uma resposta