Referências da Saúde Quem foram os premiados da edição 2016? Confira agora

Diabéticos têm mais chances de desenvolver Doença Arterial Periférica (DAP)

Publicidade

Em 14 de novembro é celebrado o Dia Mundial do Diabetes, e segundo a Organização Mundial da Saúde (OMS), este será um dos males que mais vai incapacitar e matar pessoas nos próximos 25 anos. Entre as principais complicações associadas ao diabetes, está a doença arterial periférica (DAP), ainda pouco conhecida pela população em geral e que pode causar muitos danos, como a amputação de membros inferiores. A DAP caracteriza-se pela presença de aterosclerose (desenvolvimento de placas de gordura) na artéria aorta e em seus ramos principais, além do comprometimento das artérias periféricas, localizadas nos membros inferiores e superiores.

Dados do Estudo Brasileiro de Monitorização de Amputações de Membros Inferiores (EBMAMI) , revelam que das 7.634 amputações que ocorrem por ano no Brasil devido a doenças crônicas degenerativas, 88,6% estão relacionadas à doença arterial periférica e ao diabetes.

“Quando uma artéria apresenta um estreitamento, as partes do corpo supridas por este vaso não recebem uma quantidade adequada de sangue e oxigênio. Uma obstrução grave pode causar a morte do tecido necessitando, inclusive, de uma amputação”, explica Dr. Álvaro Razuk Filho, diretor científico da Sociedade Brasileira de Angiologia e de Cirurgia Vascular.

O tratamento da DAP pode ser feito por cirurgia para desobstrução da artéria, angioplastia, cirurgia para remoção da parte obstruída e inserção de um enxerto em seu lugar.

Publicidade

Notícias como essa no seu e-mail

Faça como mais de 20.000 profissionais do setor de saúde e receba as últimas matérias no seu email.

Deixe uma resposta