Referências da Saúde Quem foram os premiados da edição 2016? Confira agora

Diabéticos se afastam do tratamento pela inconveniência da insulina injetável

Publicidade

Temor é a primeira reação do paciente com diabetes quando o médico prescreve terapia com insulina. Resultado: eles postergam o tratamento ao máximo por causa dos inconvenientes das injeções diárias. É o que mostra o Estudo Optimize, levantamento internacional da Pfizer, divulgado na última sexta-feira, 15 de setembro, na Dinamarca. A pesquisa inspirou novo consenso sobre o controle da doença em todo o mundo. A pesquisa envolveu 1.444 pacientes de sete países, incluindo o Brasil. Com base em seus resultados, 25 especialistas em diabetes de 16 países, inclusive o Brasil, elaboraram um Relatório Consensual que aponta ações globais para o controle do diabetes.
Segundo o Optimize, quando perguntados do motivo da rejeição ou adiamento do tratamento com insulina, 41% dos portadores de diabetes responderam que a principal razão é o impacto e o inconveniente das aplicações no dia-a-dia. O medo de agulhas foi a alegação de 35% dos pacientes. No Brasil, essas porcentagens são mais altas: 49% e 42%, respectivamente.
Quando perguntados sobre as perspectivas de tratamento e o controle do diabetes, 90% dos brasileiros portadores da doença e que já fazem uso da terapia com insulina desejam outra forma de administração que não a injetável.

Publicidade

Notícias como essa no seu e-mail

Faça como mais de 20.000 profissionais do setor de saúde e receba as últimas matérias no seu email.

Deixe uma resposta