Referências da Saúde Quem foram os premiados da edição 2016? Confira agora

Dia Mundial da Voz terá ações em todo o País

Publicidade

Nesta sexta-feira, dia 16 de abril, uma série de atividades por todo o Brasil vai comemorar o 2.º Dia Mundial da Voz, evento que divulga a importância dos cuidados com o aparelho vocal. Com a iniciativa da Academia Brasileira de Laringologia e Voz (ABLV) e apoio da Sociedade Brasileira de Otorrinolaringologia (Sborl), mais de 3 mil médicos estão envolvidos na campanha deste ano, que tem como tema “Ouça a Voz da Experiência. Cuide de sua Voz”.
Em São Paulo, as atividades vão se concentrar nos CEUs (Centro Educacional Unificado) da prefeitura. Em 13 instalações, haverá palestras ministradas por especialistas sobre os cuidados que as pessoas devem ter com a voz. O encerramento do evento será realizado na Cidade Universitária, com a apresentação do coral da USP e a participação de cantores, músicos e do presidente da ABLV, Domingos Tsuji.
Nos dias 14 (quinta-feira) e 15 (sexta-feira), haverá atendimento, em livre demanda, de todos os pacientes com rouquidão que procurarem o Ambulatório de Otorrinolaringologia, no Hospital de Clínicas (HC) da Unicamp, das 8 às 17 horas. Os participantes da campanha, com diagnóstico de câncer inicial de laringe, serão agendados e tratados no HC em esquema de mutirão. Dentro da campanha está prevista a distribuição de folhetos explicativos no dia 14, no campus da Unicamp e em pontos de grande circulação em Campinas, informa a assessoria de imprensa da Unicamp.
Em Belém, além de entrevistas na TV e distribuição de folders e folhetos, a coordenação local da campanha contratou estudantes de teatro para fazer performances nos hospitais da capital paraense, mostrando a necessidade dos cuidados com a voz e o mal que o cigarro pode causar para a garganta.
A campanha ganhou também o interior do país. Em Santo Antonio de Jesus, na Bahia, por exemplo, foi montado um stand no Shopping Itaguari, onde especialistas vão aplicar questionários à população com o intuito de avaliar a condição da voz das pessoas. Os casos mais graves serão encaminhados para otorrinolaringologistas.

Por todo o país haverá distribuição de panfletos, cartazes e realizações de palestras nos principais serviços de saúde, escolas, centros médicos, hospitais e consultórios médicos.

Publicidade

Notícias como essa no seu e-mail

Faça como mais de 20.000 profissionais do setor de saúde e receba as últimas matérias no seu email.

Deixe uma resposta