💼 HIS17 Ministro da Saúde, Ricardo Barros, confirma presença no encerramento. Emita sua credencial gratuita

Descontingenciamento da Saúde surte efeito no Rio

Publicidade

Nesta segunda-feira, 8, o governador do Rio de Janeiro, Sérgio Cabral, e o ministro da Saúde, José Gomes Temporão anunciaram a incorporação de R$ 220 milhões anuais ao teto de média e alta complexidade do Estado. O valor engloba desde consultas especializadas a cirurgias cardíacas.
Deste total, R$ 114,1 milhões serão destinados para o aumento da oferta de serviços a população e R$ 105,6 milhões serão aplicados no ajuste de repasses aos valores pagos a mil procedimentos da tabela do Sistema Único de Saúde (SUS).
Com os recursos, o teto para média e alta complexidade per capita no Rio de Janeiro aumentará em 14%, atingindo R$ 116,57 milhões.
O aporte faz parte de R$ 1,2 bilhão descontingenciado pelo Ministério da Fazenda recentemente, que trará impacto de R$ 3,6 bilhões no orçamento brasileiro de 2008.
Leia mais:
Orçamento da pasta de Saúde aumenta R$ 3,6 bilhões
Governo libera R$ 1,2 bilhão para Saúde do Nordeste

       
Publicidade

Deixe uma resposta