Referências da Saúde Quem foram os premiados da edição 2016? Confira agora

Decisão impede corte do pagamento dos médicos em greve

Publicidade

A União e o Instituto Nacional de Seguro Social (INSS) recorreram ao Supremo Tribunal Federal (STF) da decisão do Superior Tribunal de Justiça (STJ) que impede o corte no ponto da folha de pagamento dos médicos peritos que estão em greve. Os profissionais da categoria paralisaram as atividades há mais de 50 dias. 
e receba os destaques em sua caixa de e-mail.  
A ação da Advocacia-Geral da União (AGU) contesta a decisão do STJ que concedeu um mandado de segurança à Associação Nacional dos Médicos Peritos e garantiu o salário dos profissionais sem cortes.
A AGU alega na ação que a determinação de pagamento dos dias parados para os médicos peritos representa um prejuízo de R$ 16 milhões. Por isso, pediu a concessão de uma liminar que suspenda os efeitos da decisão do STJ, alegando grave lesão econômica aos cofres públicos.
A greve iniciada no dia 22 de junho foi considerada legal. O STJ determinou que a categoria mantivesse 50% do efetivo em atividade para preservar os serviços essenciais.  
O ministério da Previdência Social solicitou a intermediação da Federação Nacional dos Médicos (Fenam) para solucionar o impasse. No entanto, a Associação Nacional de Médicos Peritos da Previdência Social (ANMP) informou, por meio de sua assessoria, que não se vê representada pela federação.
Você tem Twitter? Então, siga http://twitter.com/SB_Web e fique por dentro das principais notícias do setor.

Publicidade

Notícias como essa no seu e-mail

Faça como mais de 20.000 profissionais do setor de saúde e receba as últimas matérias no seu email.

Deixe uma resposta